Luciano Périco: Inter precisa provar que o último Gre-Nal já é página virada - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Segundo desafio13/08/2020 | 07h00Atualizada em 13/08/2020 | 07h00

Luciano Périco: Inter precisa provar que o último Gre-Nal já é página virada

Mesmo sem a força da galera, o Colorado faz o primeiro jogo no Brasileiro 2020 dentro da sua casa

Luciano Périco: Inter precisa provar que o último Gre-Nal já é página virada Ricardo Duarte / Inter/Divulgação/Inter/Divulgação
Depois de iniciar no banco contra o Coritiba, devido ao desgaste físico, Thiago Galhardo será titular contra o Santos Foto: Ricardo Duarte / Inter/Divulgação / Inter/Divulgação

O duelo entre Inter e Santos, nesta quinta-feira (13) às 19h30min, pode ser uma ótima oportunidade para abafar de vez a pressão que se estabeleceu, após a derrota no Gre-Nal decisivo do segundo turno do Gauchão. Na vitória sobre o Coritiba, o time de Eduardo Coudet já demonstrou poder de reação, mesmo que a atuação ainda não tenha sido de encher os olhos. Valeu muito pelos três pontos conquistados fora de casa no Brasileirão. É hora de exorcizar de vez o desempenho apresentado no clássico 426.

Na temporada passada, o Beira-Rio fazia toda a diferença. A sinergia entre o time e a torcida foi fundamental em inúmeras partidas para conquistar resultados positivos.  Agora, com os jogos de portões fechados, o Colorado precisará se impor sem o apoio do grito da galera. No jogo desta noite, Coudet tem uma baita oportunidade de manter Praxedes como  titular no meio-campo. Hora de dar sequência. Além disso, a presença de Thiago Galhardo, para ser o parceiro mais próximo de Guerrero, é inquestionável. Recentemente contratado, Yuri Alberto pode ficar à disposição. No restante da equipe, a ideia é a manutenção do esquema que vem sendo utilizado na temporada.

Leia mais
Inter x Santos: horário, como assistir e tudo sobre a segunda rodada do Brasileirão
Como foram as últimas cinco estreias de Brasileirão do Inter no Beira-Rio
Apresentado no Inter, Lucas Ribeiro garante: "Estou preparado para jogar"

No adversário, Cuca assumiu o Peixe há pouco tempo no lugar do português Jesualdo Ferreira. Encara um clima pesado devido a turbulência financeira no clube com atraso de salários. Para termos uma ideia, o Peixe registra déficit de R$ 41 milhões no primeiro semestre de 2020. Marinho, que saiu com desgaste muscular contra o Bragantino, está confirmado para fazer a parceria no ataque com Kaio Jorge e Soteldo. O Colorado deve ter todo o cuidado com Carlos Sánchez. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros