Luciano Périco: Inter precisa sacudir a poeira e dar a volta por cima - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Retomada vermelha08/08/2020 | 07h00Atualizada em 08/08/2020 | 07h00

Luciano Périco: Inter precisa sacudir a poeira e dar a volta por cima

Colorado inicia o Brasileirão sob pressão depois da derrota no Gre-Nal decisivo do segundo turno do Gauchão

Luciano Périco: Inter precisa sacudir a poeira e dar a volta por cima Marco Favero/Agencia RBS
Coudet precisa remobilizar a equipe colorada para a estreia contra o Coritiba Foto: Marco Favero / Agencia RBS

O trabalho de Eduardo Coudet está na berlinda. O treinador vai precisar fazer uma cirurgia na equipe para dar uma resposta imediata após o Inter ser barrado da final do Gauchão. Por mais que tenha seus conceitos de futebol, ele vai precisar se adequar aos jogadores que tem à disposição. 

Nada contra Bruno Fuchs. O histórico mostra que a dupla de zaga com Cuesta e Moledo é mais afinada. É preciso ajustar as duas laterais. Saravia volta na direita. Tem pouca amostragem para uma avaliação definitiva. Na esquerda, por que não testar Patrick, já que a resposta de Moisés não tem sido boa e Uendel está lesionado? Matheus Jussa, que pode jogar na zaga e como volante, atuou improvisado contra o Esportivo pela fase classificatória.

A titularidade de Musto no meio-campo do Inter precisa ser repensada a longo prazo. A lesão está tirando o volante da estreia. Lindoso sempre deu boa resposta quando foi acionado. Só que Coudet deve optar por um ou outro. Edenilson também será desfalque no Couto Pereira. Oportunidade de começar com Praxedes. Tem que começar a colocar o guri em ação. 

Leia mais
"Não é possível que alguém faça o que fizeram hoje", diz dirigente do Inter sobre protestos
Coritiba x Inter: horário, como assistir e tudo sobre a primeira rodada do Brasileirão
Como será o calendário do Inter até o final de agosto

Nonato, que ficou em Porto Alegre lesionado, poderia ser uma boa opção. Ainda há espaço para D’Alessandro ser titular no lugar de Marcos Guilherme. É preciso alguém para organizar o meio-campo. A manutenção de Thiago Galhardo é importante para a ficar próximo de Guerrero.

Além das alterações das peças, Coudet vai precisar sacudir o grupo. Teste para o poder de mobilização do treinador. O Inter precisa largar com um bom resultado no Brasileirão, competição que o clube não vence há 41 anos. O Coritiba, que também vem de perda para o estadual, é um adversário ideal para buscar uma vitória já na rodada inaugural. É o momento do Colorado sacudir a poeira e dar a volta por cima.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros