Luciano Périco: Inter já pode esperar pelo sorteio das quartas de final da Copa do Brasil - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Vaga encaminhada29/10/2020 | 07h00Atualizada em 29/10/2020 | 07h00

Luciano Périco: Inter já pode esperar pelo sorteio das quartas de final da Copa do Brasil

Colorado venceu o Atlético-GO por 2 a 1 e joga pelo empate no Beira-Rio

Luciano Périco: Inter já pode esperar pelo sorteio das quartas de final da Copa do Brasil Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação
Moisés foi um dos destaques na vitória em Goiânia Foto: Ricardo Duarte / Internacional/Divulgação

Escalar uma equipe quase toda reserva tem seus riscos. Eduardo Coudet apostou e acabou conseguindo o resultado positivo. Mesmo preservando a grande maioria dos titulares, o Inter largou na frente sobre o Atlético-GO na Copa do Brasil. O gol de pênalti sofrido no final, apenas diminuiu a vantagem colorada no 2 a 1. Podendo jogar pelo empate em casa, a vaga só não será do Colorado, se a equipe fizer um fiasco gigante. 

Até fazer 1 a 0, com gol marcado por Leandro Fernández, o Colorado teve comando total das ações na partida. Intensidade e construção de chances de gols. Depois, desligou a chave. Abriu espaços para o Dragão, que só não ameaçou mais, porque tem pouca qualidade. Na volta do intervalo, o Inter teve o mesmo ritmo lento. 

Leia mais
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Inter na vitória sobre o Atlético-GO
Do que o Inter precisa para se classificar na Copa do Brasil
Ouça os gols do Inter na vitória sobre o Atlético-GO

A folga foi até o momento em que Coudet colocou Edenilson e Patrick para estabilizar o time. O segundo gol, de Moisés, saiu em jogada iniciada pelo lateral. Analisando algumas individualidades, Nonato foi apenas discreto. Jogou pouco para quem busca espaço no time titular. Praxedes oscilou durante a partida. Mais uma vez, Pottker não foi bem. Não se entende a decisão do treinador, em não dar uma oportunidade a João Peglow. 

Vale ressaltar a boa atuação dos dois autores dos gols: Leandro Fernández e Moisés. Desnecessário o pênalti cometido por Abel Hernández. Diminuiu uma vantagem de dois gols de diferença, que era excelente. Mas não é nada que possa assustar no jogo de volta. Agora é só carimbar o passaporte para as quartas de final da Copa do Brasil, na próxima terça-feira (3), dentro do Beira-Rio.  






 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros