Luciano Périco: o erro dos dirigentes do Inter quando Eduardo Coudet encontra o ataque ideal - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Solução na frente16/10/2020 | 07h00Atualizada em 16/10/2020 | 07h00

Luciano Périco: o erro dos dirigentes do Inter quando Eduardo Coudet encontra o ataque ideal

Homens do futebol colorado deveriam ter pulso firme com a CBF

Luciano Périco: o erro dos dirigentes do Inter quando Eduardo Coudet encontra o ataque ideal Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação/CBF / Divulgação
Yuri Alberto foi convodado para a Seleção Brasileira Sub-20 para treinamentos em Itu Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação / CBF / Divulgação

A perda de Guerrero foi um duro golpe nas pretensões do Inter de Eduardo Coudet em 2020. Não poder contar com o peruano até o final da temporada, em fevereiro, poderia indicar que a escassez de gols seria uma rotina. Mas Thiago Galhardo, que vinha atuando como parceiro do atacante, virou protagonista e desandou a marcar, virando artilheiro do Brasileirão. Mesmo assim, ainda faltava um parceiro ideal. Os estrangeiros Abel Hernández e Leandro Fernández ainda não conseguiram dar uma resposta definitiva.

O jogo contra o Sport, mesmo com poucos minutos em ação, apresentou Yuri Alberto. O guri que veio do Santos mostrou que tem estofo para ser titular do Inter. Na primeira amostragem, após lesão muscular de grau 2 na coxa esquerda e teste positivado de covid-19, no duelo com o Athletico-PR, ele já havia demonstrado boa movimentação. Contra o Sport deixou sua marca no placar. Na partida contra o Vasco, dentro do Beira-Rio no domingo (18) pode ser a grande chance de iniciar ao lado de Thiago Galhardo, iniciando uma parceria que pode infernizar a vida dos defensores adversários.

Leia mais
Rodrigo Dourado comemora retorno e almeja um grande título pelo Inter: "Nós merecemos"
Patrick, do Inter, aparece entre os líderes de dribles e desarmes do Brasileirão
Coudet volta a mostrar preocupação com calendário, mas exalta fase do Inter: "Vamos tentando vencer as dificuldades"

Mas há um problema. Yuri Alberto foi convocado para a seleção brasileira sub-20 pelo técnico André Jardine. O atleta precisa se apresentar no próximo dia 20, para um período de treinamentos até o dia 31, em Itu, interior de São Paulo. Dois jogos-treinos estão marcados contra times de base do Corinthians e Ituano. A ideia é a preparação para o Sul-Americano 2021, apenas em fevereiro na Colômbia.

Com isso, Yuri Alberto não conseguirá ter uma sequência em um momento importante do Colorado contra adversários importantes no Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil. Ele não atuaria contra o Flamengo, Corinthians, Universidad Católica-CHI e Atlético-GO. Os dirigentes do Inter erram ao não pedir a liberação do jogador. Era hora de comprar briga. Claro que não é tarefa simples. Contar com o bom senso da CBF, é sempre algo que complicado. Por ser apenas um período de treinamentos, o atacante colorado deveria ser liberado. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros