Luciano Périco: Abel Braga não pode adiar mais uma cirurgia no time do Inter - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Mãos à obra13/11/2020 | 08h00Atualizada em 13/11/2020 | 08h01

Luciano Périco: Abel Braga não pode adiar mais uma cirurgia no time do Inter

Treinador precisa corrigir problemas crônicos da equipe colorada

Luciano Périco: Abel Braga não pode adiar mais uma cirurgia no time do Inter Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação
Thiago Galhardo e Yuri Alberto formam a melhor dupla de ataque de 2020 Foto: Ricardo Duarte / Internacional/Divulgação

Os desempenho do Inter nos jogos recentes contra Corinthians, Coritiba e América-MG demonstram que Abel Braga precisa fazer alterações profundas na forma do time atuar. Alguns problemas recorrentes precisam ser corrigidos, de uma vez por todas. O principal é a saída de bola na linha com Zé Gabriel, Lindoso e Cuesta. Muito lenta. Uma troca de passes improdutiva, em uma zona morta não agrega nada para o desempenho. Além disso, há um vício da equipe do passa para trás, ao invés de um futebol mais vertical.

Outra questão que Abelão precisará encontrar uma solução é na criação do meio-campo. A partida contra o América-MG escancarou a dificuldade de armar jogadas. Os atacantes pouco foram municiados. Não foram poucas as oportunidades em que Cuesta avançou pelo lado esquerdo e cruzou direto para a área do adversário. Patrick será problema nos próximos jogos. Será preciso encontrar um substituto. Quando se fala em criatividade, tudo mundo lembra de D’Alessandro. Daqui a pouco, quem pode ter uma oportunidade é Maurício, meia de origem que vem do Cruzeiro.

Leia mais
Celta de Vigo anuncia a contratação de Eduardo Coudet
Novas oportunidades: quem pode ganhar espaço no Inter com Abel Braga
Inter confirma retorno de Osmar Loss

Pontualmente, quando estiver recuperado, Moledo precisa assumir a titularidade na zaga no lugar de Zé Gabriel. Por fim, é preciso definir o companheiro de Thiago Galhardo. É preciso colocar Yuri Alberto no ataque, sem ter a referência de Abel Hernández. O uruguaio é muito combativo, mas perde em mobilidade. 

A grande dificuldade de Abelão será o tempo para implementar suas ideias. A maratona de jogos, com muitas viagens, inviabiliza o trabalho nos treinamentos. Sábado (14) já tem duelo contra o Santos. Como já disse Argel Fuchs, o Inter terá que trocar o pneu com o carro andando, tendo jogos decisivos por Copa do Brasil, Libertadores e precisando sempre somar pontos no Brasileirão

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros