Lelê Bortholacci: riscos de colocar o sub-20 são previsíveis e calculados - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Gurizada08/03/2021 | 23h02Atualizada em 08/03/2021 | 23h02

Lelê Bortholacci: riscos de colocar o sub-20 são previsíveis e calculados

Os garotos que estão disputando o Gauchão perderam para o São Luiz por 2 a 1

Lelê Bortholacci: riscos de colocar o sub-20 são previsíveis e calculados Jefferson Botega / Agencia RBS/Agencia RBS
Lucas Ramos é uma das revelações da garotada colorada Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Não se pode achar que o planejamento que coloca um time praticamente sub-20 para iniciar um campeonato profissional conte apenas com vitórias. Os riscos são absolutamente previsíveis e calculados. Os garotos do Inter que estão disputando o Gauchão perderam a primeira na segunda-feira (8). Com pelo menos cinco atletas que passaram boa parte de 2020 aparecendo no grupo principal – sendo que um deles, Yuri Alberto, terminou a temporada como titular – começando o jogo, podemos ver o coletivo crescendo um pouco mais. 

O que acaba acontecendo, inevitavelmente, são as falhas individuais provenientes de absoluta falta de experiência. E assim surgiram os dois gols do São Luiz, que soube explorar o explícito ponto frágil desta equipe colorada.

São jovens que vão ganhando minutagem, adquirindo experiência e isso ocorre ao mesmo tempo em que mostram suas principais fragilidades e virtudes. Como, por exemplo, a velocidade de Guilherme Pato, a cobrança de falta de média distância de Lucas Ramos – algo que não temos há bastante tempo – e a polivalência de Johnny, que já havia jogado na terceira posição do meio, mas ontem iniciou o jogo como volante mais recuado. Foi nesta posição, aliás, que já apareceu em algumas oportunidades tanto com Coudet como com Abel.

Leia mais
Com um jogador a mais e gol contra, Inter perde para o São Luiz
Cotação GZH: confira as notas dos jogadores do Inter na derrota para o São Luiz
Yuri Alberto lamenta derrota e  projeta novo trabalho com Ramírez: "Vamos começar tudo do zero"

Mais do que resultados, o que realmente importa na escalação deles, é o desempenho. E aqui, neste espaço, você não verá nenhum menino sendo crucificado por falhas em seus primeiros jogos como profissionais. Elas, naturalmente, acontecem.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros