Lelê Bortholacci: Inter precisa começar bem na Copa do Brasil - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão colorada03/06/2021 | 07h00Atualizada em 03/06/2021 | 07h00

Lelê Bortholacci: Inter precisa começar bem na Copa do Brasil

Colorado estreia na competição nesta quinta-feira, fora de casa, contra o Vitória

Lelê Bortholacci: Inter precisa começar bem na Copa do Brasil Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação
Em 2020, Edenilson e os companheiros ainda assimilavam a saída de Coudet e chegada de Abel quando foram eliminados do torneio Foto: Ricardo Duarte / Internacional/Divulgação
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Uma nova competição começa e, com ela, a esperança do torcedor do Inter sempre se renova. Mesmo que tenhamos apenas um título de Copa do Brasil, batemos na trave em 2019. No ano passado, fomos prejudicados pela brusca e inesperada mudança de Eduardo Coudet para Abel Braga, justamente as vésperas do primeiro jogo contra o América-MG.

Também nunca é demais relembrar que naqueles anos em que conquistamos três copas continentais em apenas cinco anos, os clubes que jogavam a Libertadores não podiam jogar a Copa do Brasil. Não fosse por isso, muito provavelmente teríamos vencido, pelo menos, mais uma.

Mas estamos em 2021. A realidade para a estreia nos apresenta um time instável e que precisa de resultados para adquirir confiança. Um jogo como o desta quinta-feira (3) pode resolver isso. O Vitória passa longe de ser considerado forte, e o Inter tem o dever de se impor. Apesar dos últimos resultados e da absoluta falta de pontaria — contra Always Ready e Sport foram 37 situações de gol e apenas duas bolas na rede —, o time está chegando no gol adversário.

Leia mais
Vitória x Inter: horário, como assistir e tudo sobre o jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil
Com Boschilia como novidade, Inter chega a Salvador
Caso Victor Ramos e eliminação na Copa do Brasil: a rivalidade criada entre Inter e Vitória desde 2016

Hora de caprichar

Caso o Inter mantenha esse volume de criação e capriche na finalização, dá para voltar de Salvador com a classificação encaminhada. Desde que, é claro, não se repita a queda de rendimento na etapa final, algo que resultou em derrotas e perdas inesperadas de pontos. Começar bem é o objetivo desta noite.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros