Lelê Bortholacci: a assustadora realidade do Inter antes do Gre-Nal - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Situação vexatória09/07/2021 | 09h00Atualizada em 09/07/2021 | 09h00

Lelê Bortholacci: a assustadora realidade do Inter antes do Gre-Nal

Este grupo terá mais uma oportunidade para dar resposta a torcida

Lelê Bortholacci: a assustadora realidade do Inter antes do Gre-Nal Marco Favero / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Marco Favero / Agencia RBS / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

A situação vexatória que a dupla Gre-Nal chega para o clássico talvez seja inédita. Só não é ainda pior porque o Inter, incrivelmente, não está na zona de rebaixamento, mesmo jogando um futebol digno das últimas posições. Basta uma derrota neste sábado (10)  na Arena — e alguns resultados paralelos na rodada — para que voltemos a frequentar um lugar que nos causa calafrios desde 2016. Mas não será surpresa nenhuma se isso acontecer. 

O que estamos vendo ser apresentado dentro de campo explica didaticamente o porque da grande possibilidade de acordarmos no dia seguinte entre os 4 últimos. Eu sei de todas as justificativas dadas para o pífio rendimento contra o São Paulo

Lesões, suspensões, ausência de tempo pra treinar, falta de uma pré-temporada, entre outros problemas vividos pelo clube — e por todos os demais que vivem o inacreditável calendário do futebol brasileiro — mas nenhuma delas me explica ficarmos oito jogos sem vencer no Beira-Rio. 

Leia mais
Colunistas opinam: quem tem mais chance de arrumar a casa no Gre-Nal?
Pior ataque x segunda pior defesa: os números da dupla Gre-Nal no Brasileirão
Alvos de Santos e Corinthians, Lindoso e Thiago Galhardo "estouram" limite de jogos e ficam no Inter

Nenhuma delas me convence ser normal tantos insucessos nos últimos anos. Nenhuma delas me faz entender como chegar num clássico contra o maior rival — que está na lanterna da competição — e eles serem os favoritos.

O Inter atual assusta não só por sua capacidade de falhar em momentos decisivos e causar frustrações em seus torcedores mas agora, também, por protagonizar absurdos como esse de ser o azarão no jogo contra o último colocado do campeonato, seja ele quem for.

Mas o futebol sempre oferece chances e tudo pode mudar em pouco tempo. Este grupo terá mais uma oportunidade para dar resposta a torcida. Só queremos uma vitória sobre um adversário que ainda não venceu ninguém no campeonato. Acreditar ser pouco provável que isso aconteça é nossa assustadora realidade.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros