Luciano Périco: chegou a hora de o Inter de Diego Aguirre decolar no Brasileirão - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Com tempo30/07/2021 | 23h16

Luciano Périco: chegou a hora de o Inter de Diego Aguirre decolar no Brasileirão

Com uma semana para trabalhar com o grupo, Colorado deve mostrar evolução contra o Cuiabá

Luciano Périco: chegou a hora de o Inter de Diego Aguirre decolar no Brasileirão Ricardo Duarte / Internacional / Divulgação/Internacional / Divulgação
Time comandado pelo técnico uruguaio busca a segunda vitória em casa na competição nacional Foto: Ricardo Duarte / Internacional / Divulgação / Internacional / Divulgação

O duelo contra o Cuiabá, neste sábado (31) dentro do Beira-Rio, vai mostrar os efeitos de uma semana inteira de trabalho de Diego Aguirre com o grupo de atletas do Inter. A grande reclamação, desde a chegada do técnico uruguaio, era de que a maratona de partidas acabava impedindo o trabalho com os jogadores para aprimorar a forma do time jogar. Com as quedas prematuras na Libertadores e Copa do Brasil - péssimas para as finanças, para a imagem do clube e que traz tristeza ao torcedor -, até o final da temporada o Colorado poderá se dedicar exclusivamente ao Brasileirão com um espaçamento maior entre os confrontos.

Por causa do fraco aproveitamento, próximo a 36%, a pressão está grande no Inter. Com uma liberação habitual para a colocação de faixas de incentivo aos jogadores dentro do Beira-Rio, dessa vez os torcedores de organizadas colocaram mensagens de protesto contra alguns atletas do grupo e críticas aos dirigentes. Os alvos foram Thiago Galhardo, Edenilson, Heitor, Patrick, Dourado e Lindoso, além do vice de futebol João Patrício Herrmann. O material acabou sendo retirado por funcionários do clube. Mas o recado da insatisfação foi dado. Se o estádio pudesse receber público, certamente o clima estaria bem mais pesado. O que fica desse processo todo é que realmente o time colorado, mesmo com suas limitações, precisa entregar bem mais do que vem fazendo.

Leia mais
Inter x Cuiabá: horário, como assistir e tudo sobre o jogo pela 14ª rodada do Brasileirão
Sem Nonato e com Edenilson assediado: as opções do Inter para o meio-campo
Prestes a completar um mês de Beira-Rio, Gabriel Mercado se prepara para estreia pelo Inter

Para encarar o Cuiabá, estarão de volta Saravia e Taison. Dois titulares importantes que estavam fora de combate. O camisa 10 amplia o poderio ofensivo da equipe. Quem sabe não sai o primeiro gol no capitão desde o retorno a Porto Alegre? 

Por outro lado, sem Thiago Galhardo e Yuri Alberto, Aguirre pode dar uma baita chance para o jovem Vinicius Mello. Colocar Palacios, improvisado na frente, seria para queimar um jogador que também precisa de afirmação. Atuando pelo flanco ou mais centralizado, o chileno ainda não encontrou um lugar no time. Colocá-lo em mais outra função não seria a melhor alternativa. É a velha máxima de quem entra em mais de uma função, não joga em nenhuma. 

No momento, o Cuiabá está fora do Z-4. Mas é candidato forte ao rebaixamento. Com apenas uma vitória sobre o Juventude, é hora do Inter ter desempenho e resultado jogando dentro de casa.
 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros