Lelê Bortholacci: desde 1909, a obrigação de vencer Gre-Nal é dos dois - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão colorada02/11/2021 | 09h00Atualizada em 02/11/2021 | 09h00

Lelê Bortholacci: desde 1909, a obrigação de vencer Gre-Nal é dos dois

Ambos entram em campo obrigados a triunfar. Não existe nada diferente disso

Lelê Bortholacci: desde 1909, a obrigação de vencer Gre-Nal é dos dois André Ávila / Agencia RBS/Agencia RBS
Primeiro que obrigação de vencer Gre-Nal surgiu em 1909, quando se enfrentaram pela primeira vez Foto: André Ávila / Agencia RBS / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Tem coisas que são realmente impressionantes aqui na aldeia: o Grêmio está a intermináveis 27 rodadas na zona de rebaixamento e a "obrigação" de vencer o clássico de sábado passou a ser do Inter depois que poupou Yuri Alberto e Taison no jogo contra o São Paulo. Não pode ser sério.

Primeiro que obrigação de vencer Gre-Nal surgiu em 1909, quando se enfrentaram pela primeira vez. Desde então, os dois entram em campo obrigados a vencer. Não existe nada diferente disso. 

Agora, vamos analisar o que representa a derrota para cada um no sábado. No nosso caso prejudica bastante a busca por uma vaga direta na Libertadores, a única "meta" que restou em 2021. Será ruim? Claro. Mas não há como comparar. Se derrotado, o coirmão praticamente define seu rebaixamento para a Série B. Qualquer criança sabe quem sofrerá mais as consequências de um resultado negativo.

Leia mais
Marcelo de Lima Henrique será o árbitro do Gre-Nal 434
Inter faz primeiro treino da semana Gre-Nal
Ausente nos últimos quatro jogos do Inter, Daniel ainda é dúvida para o Gre-Nal

O que aumenta a responsabilidade do Inter em vencer é o momento que os dois times vivem, isso sim. Mesmo que não vença há quatro rodadas no campeonato, o time de Aguirre joga em casa e é favorito. 

Se o histórico recente é amplamente favorável ao rival — e nenhum colorado gosta destes números —, o jogo de sábado se apresenta como uma oportunidade única e inadiável para alguns jogadores melhorarem seu retrospecto em clássicos e darem motivos para a torcida seguir acreditando em voltar a comemorar títulos. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros