Lelê Bortholacci: o meio da tabela é um lugar justo para o Inter - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão colorada23/11/2021 | 09h00Atualizada em 23/11/2021 | 09h00

Lelê Bortholacci: o meio da tabela é um lugar justo para o Inter

O atual oitavo lugar é facilmente explicável

Lelê Bortholacci: o meio da tabela é um lugar justo para o Inter Marco Favero / Agencia RBS/Agencia RBS
Por que o time do Inter demonstrou muito mais vontade e disposição no jogo contra o Flamengo do que no jogo contra o Cuiabá? Foto: Marco Favero / Agencia RBS / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Na segunda-feira (22), no programa Bola nas Costas, da Rádio Atlântida, meu colega colorado Luciano Potter fez um questionamento que muito me intriga também: por que o time do Inter demonstrou muito mais vontade e disposição no jogo contra o Flamengo do que no jogo contra o Cuiabá? Quem viu os dois jogos se espanta com a diferença anímica das duas atuações. 

Mesmo considerando que são duas formações diferentes, a produtividade contra o Cuiabá foi abaixo da crítica. O time só ofereceu perigo ao gol adversário depois de já estar em desvantagem no placar. 

Contra o milionário Flamengo, por incrível que pareça, o time de Aguirre somou mais chances de gol do que os cariocas, mas perdeu porque faltou "apenas" qualidade na hora da finalização. Aí eu fico pensando como teria sido contra o Cuiabá — e tantos outros times das partes do meio e de baixo da tabela — se o Colorado tivesse entrado com a mesma motivação que apresentou no último sábado, mesmo sendo derrotado. O atual oitavo lugar na tabela é facilmente explicável.

Leia mais
Paulo Paixão pede desculpas por áudio que o fez sair do Inter: "Desabafo com amigo pessoal"
Edenilson é punido com dois jogos de suspensão após expulsão contra o Palmeiras
Inter espera final da Libertadores para avançar na busca por reforços

 O grupo é curto

Segunda-feira, circularam no WhatsApp dois áudios do coordenador de preparação física Paulo Paixão, que à noite acabou pedindo demissão do Inter. No conteúdo, ele aborda uma questão que não é novidade para ninguém que acompanha o Colorado: o grupo é limitado e precisa se reforçar com jogadores mais experientes. O técnico Eduardo Coudet sempre esteve certo. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros