Lelê Bortholacci: vitória incontestável e com grande atuação - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão Colorada08/11/2021 | 07h00Atualizada em 08/11/2021 | 07h00

Lelê Bortholacci: vitória incontestável e com grande atuação

Inter afundou o Grêmio no Brasileirão

Lelê Bortholacci: vitória incontestável e com grande atuação Mateus Bruxel / Agencia RBS/Agencia RBS
Colorados rebateram provocações dos últimos tempos Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS / Agencia RBS
Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Foi uma grande é incontestável vitória. Com exceção de Saravia, que sofreu bastante com a parte defensiva — e foi justamente substituído no intervalo — foi uma ótima atuação de todo o time.

Desde as principais referências técnicas, como Yuri Aberto e Edenilson — que jogou algo perto da perfeição. Teve a liderança e inteligência de Taison, a segurança defensiva de Cuesta e Bruno Méndez (que zagueiro é esse, senhores!?), a garra e entrega de Dourado e Lindoso.

Além disso, uma excelente jornada dos criticados Lomba, Patrick e Moisés — este, em especial, demonstrando uma capacidade muito grande de marcação e imposição física.

Leia mais
Os bastidores da mobilização do Inter para o Gre-Nal 434
Os 10 momentos que marcaram o Gre-Nal 434

O Inter se impôs desde o início, abriu o placar, correu quase nenhum risco, segue vivíssimo na briga por uma vaga direta na Libertadores e deu mais um empurrãozinho no co-irmão rumo a segundona. Pra lavar a alma.

Tem de saber perder

As cenas lamentáveis no fim do jogo mostraram que tem bastante gente no grupo do Grêmio que não sabe perder. Quando fizeram live cantando pagode citando nossos jogadores, levantaram caixãozinho vermelho ou fizeram a dancinha do "um minuto de silêncio" dentro do Beira-Rio, em frente à nossa torcida, era "lindo".

Agora, derrotados, acharam "demais" nossos jogadores irem comemorar com sua torcida, em sua casa, utilizando um adereço idêntico? Estranho, hein!? Está faltando espírito esportivo. Não se ganha sempre, meu amigos. Se tocou flauta na vitória, aceita na derrota. A banca paga e recebe.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros