Francisco Luz: mais uma chance para Boschilia no Inter - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão Colorada30/12/2021 | 09h00Atualizada em 30/12/2021 | 09h00

Francisco Luz: mais uma chance para Boschilia no Inter

Pouca gente espera algo do meia, e estou nesta turma: acho que, recuperado, ele pode ser importante para o time na próxima temporada

Francisco Luz: mais uma chance para Boschilia no Inter Ricardo Duarte/Inter,Divulgação
Boschilia teve um péssimo ano em 2021, depois de mostrar bom futebol na temporada anterior Foto: Ricardo Duarte / Inter,Divulgação

Eu, se apitasse algo no Inter, daria em 2022 mais uma chance para Gabriel Boschilia mostrar serviço. Sei que sou voto vencido neste caso, e que a maioria da torcida não espera nada do meia — que na última temporada ficou a maior parte do tempo no departamento médico e ganhou mais protagonismo por ter sido citado no áudio do Paulo Paixão do que por algo que tenha feito em campo. Mas mantenho: em forma, recuperado, Boschilia pode ajudar bastante em 2022. 

O Inter tem um grupo meio desequilibrado também no quesito idade, com muita gurizada da base e muitos caras com mais de 30 anos. Os jogadores que temos entre 24-28 anos são, na maioria, aqueles revelados aqui e que por aqui ficaram. Boschilia, aos 25 anos — faz 26 em março — é um raro caso de jogador com experiência fora do Brasil, ainda no auge da idade, que já está no Beira-Rio. Ele surgiu muito bem no São Paulo e, mesmo que não tenha se destacado no Monaco, o contato, ainda jovem, com o futebol europeu é sempre válido. Principalmente para um time que quer propor o jogo no futuro.

Os melhores momentos do melhor Inter dos últimos tempos, o time formado por Coudet antes da pandemia e, principalmente, na largada do Brasileirão após a paralisação, tinha no meia paulista um dos seus principais jogadores. Boschilia não é um craque e tem falhas meio grotescas de conclusão, com muitos chutes tentados e poucos na direção do gol. Mas ele é o tipo de cara que faz a bola girar rápido. E não tem medo de tentar.

Leia mais
Quem foram os atletas formados por Cacique Medina, novo técnico do Inter
Longa carreira de atacante e referências argentinas como técnico: a trajetória de Medina antes do Inter

O Gauchão serve para isso

Por já ter visto o que Boschilia pode fazer em um time ofensivo, e na torcida para que ele tenha plenas condições físicas, recuperado da cirurgia que fez ainda em 2020, eu daria a ele uma boa chance no início da temporada. O Gauchão serve para testes. Espero que Cacique Medina teste Boschilia e avalie se ele vale a pena ou não.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros