Gustavo Manhago: D'Alessandro não pode ser reforço para o Inter - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Próxima temporada18/12/2021 | 09h00Atualizada em 18/12/2021 | 09h00

Gustavo Manhago: D'Alessandro não pode ser reforço para o Inter

O ídolo pode até ocupar outra função dentro do clube, mas não no campo de jogo

Gustavo Manhago: D'Alessandro não pode ser reforço para o Inter Fernando Gomes/Agencia RBS
São louváveis, em qualquer instância, as iniciativas do Inter para que D'Alessandro encerre a carreira no Beira-Rio em 2022 Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

São louváveis, em qualquer instância, as iniciativas do Inter para que D'Alessandro encerre a carreira no Beira-Rio em 2022. Mas não pode passar disso: de uma bela e justa homenagem a um dos maiores ídolos do clube em todos os tempos, que não pôde despedir-se corretamente do torcedor colorado em 2020, por causa da pandemia. 

Não se pode considerar um reforço para a próxima temporada, a contratação do argentino. Por isso, sou contra um contrato de seis meses. O meia já não reúne mais as condições de competitividade com atletas de alto rendimento. O próprio desempenho dele recente, no Nacional de Montevidéu, onde atuou em 30 partidas, sendo titular em apenas quatro e marcando um único gol, desabona o investimento em considerá-lo como novidade para melhorar a qualidade do futebol colorado. 

Leia mais
Ligação afetiva, perfil vencedor e plano para a carreira: os bastidores do retorno de D'Alessandro ao Inter
Ainda sem técnico, Inter mira fechar com dois reforços nos próximos dias
Inter encaminha acerto para retorno de D'Alessandro em 2022

Saibamos recebê-lo com todas as honrarias de uma despedida festiva, num Beira-Rio lotado em um domingo de sol, em Porto Alegre. E que depois disso, D'Alessandro possa até ocupar outra função dentro do Inter, mas não no campo de jogo. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros