Lelê Bortholacci: Inter tem a obrigação de se classificar na Sul-Americana - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Paixão colorada05/05/2022 | 09h00Atualizada em 05/05/2022 | 09h00

Lelê Bortholacci: Inter tem a obrigação de se classificar na Sul-Americana

Vitória ou empate no Paraguai deixam a classificação muito bem encaminhada para as oitavas de final

Lelê Bortholacci
Lelê Bortholacci

lele@atlantida.com.br

Só não podemos perder. Vitória ou empate no Paraguai deixam a classificação muito bem encaminhada para as oitavas de final da Sul-Americana. Serão dois jogos restantes no grupo, ambos no Beira-Rio. 

Até a derrota nos deixa vivos, mas chega de surpresas negativas nesta temporada. Numa conta rápida, 12 pontos devem dar a classificação — sempre é bom lembrar que só o primeiro colocado se classifica. 

Como houve o empate em casa contra o Guaireña, tudo poderia estar bem complicado, mas a vitória na Colômbia, na última rodada, reorganizou tudo. Isso é, desde que somemos ao menos um ponto nesta quinta. 

Leia mais
Sem Taison, Inter divulga relacionados para jogo contra o Guaireña pela Sul-Americana
Guaireña x Inter: horário, como assistir e tudo sobre o jogo da quarta rodada da Sul-Americana
Três opções e Moisés improvisado: como fica a zaga do Inter após lesão de Moledo

Sem Taison, Mano deve manter De Pena, e eu tenho muita confiança no entrosamento que está amadurecendo entre ele, Wanderson e Renê pelo lado esquerdo. Os paraguaios sabem que é a grande chance para encaminharem a sua classificação. Mas enfrentarão um adversário diferente daquele insosso encontro do primeiro turno.

Fato é que temos de voltar a vencer estes jogos por competições internacionais. Por mais que haja respeito — e ele sempre deve estar presente — pelos adversários, e o futebol esteja cada vez mais equilibrado, independente de grifes ou tradição de camisas, um clube do tamanho do Inter tem a obrigação de se classificar no grupo que caiu. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros