Luciano Périco: o negócio feito pelo Inter foi bom para todas as partes - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Adeus15/06/2022 | 08h00Atualizada em 15/06/2022 | 08h00

Luciano Périco: o negócio feito pelo Inter foi bom para todas as partes

Depois de uma relação atribulada com a torcida, Rodrigo Dourado deixa o Colorado para jogar no futebol mexicano

Luciano Périco: o negócio feito pelo Inter foi bom para todas as partes Ricardo Duarte / Inter / Divulgação/Inter / Divulgação
Volante cria da base colorada teve a primeira chance entre os profissionais em 2012 Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / Inter / Divulgação

A saída de Rodrigo Dourado para o Atlético de San Luis, do México, é um negócio interessante para todas as partes. Ele deixa para trás uma pressão constante que vinha sofrendo pelas críticas por parte da torcida e de alguns setores da imprensa. 

Sai de Porto Alegre à procura de paz. Com o negócio, o Inter acaba ganhando algum dinheiro para atenuar a grave crise financeira. Um valor para pagar algumas contas mais urgentes. 

Leia mais
Goiás x Inter: como assistir, horário e tudo sobre o jogo da 12ª rodada do Brasileirão
A negociação que o Inter deve ter toda a cautela para fechar
Gabriel destaca entrosamento do Inter e minimiza peso dos desfalques contra o Goiás: "Não temos só 11 jogadores"

Na verdade, o montante de US$ 500 mil é pouco para um jogador que já teve um valor de mercado mais alto. Mas também há um detalhe, que no próximo mês o atleta já poderia assinar um pré-contrato com qualquer clube, o que faria o Inter não receber nada pela sua saída. 

Cria da base, o volante teve a primeira chance em 2012. É importante ressaltar que Dourado sempre foi um profissional de entrega absoluta. Sofreu com uma grave lesão, que o afastou dos gramados por um longo período. O volante sai do Colorado com 311 jogos no currículo. Que  tenha toda a sorte nesta nova etapa da carreira. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros