Luciano Périco: a torcida colocou a classificação histórica no colo do Inter - Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 
 

Noite épica06/07/2022 | 08h00Atualizada em 06/07/2022 | 08h00

Luciano Périco: a torcida colocou a classificação histórica no colo do Inter

Colorado bateu o Colo-Colo por 4 a 1 e está nas quartas de final da Sul-Americana

Luciano Périco: a torcida colocou a classificação histórica no colo do Inter Jefferson Botega / Agencia RBS/Agencia RBS
Uma façanha para ficar na história Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS / Agencia RBS

O Inter entrou em campo com uma desvantagem gigante na noite desta terça-feira (5). O 2 a 0 imposto pelo Colo-Colo, em Santiago, colocou um piano nas costas do Colorado para buscar a classificação. Tudo parecia perdido quando Daniel acabou cometendo um pênalti sem necessidade e os chilenos fizeram 1 a 0. A tarefa, que já era difícil, parecia impossível.

Confira a tabela de jogos da Sul-Americana 2022 

Mas, com a torcida jogando junto, o time de Mano Menezes manteve a cabeça no lugar para buscar a virada para 2 a 1 em três minutos. Primeiro, Alan Patrick conseguiu o empate. Depois, Edenilson botou o Inter na frente. A saída do camisa 10, que era o grande nome da partida até o momento, trouxe preocupação. Só que Taison entrou ligado.

Ouça os gols do Inter na goleada sobre o Colo-Colo

O terceiro gol colorado veio com o oportunista e brigador Alemão, após escanteio cobrado no primeiro pau por Edenilson. Mas o Inter não desistiu no 3 a 1 que levaria para a decisão por pênaltis. Pedro Henrique era a imagem da garra em campo. Quis o destino que o atacante fizesse o gol da merecida classificação. 

Leia mais
Emoção no Beira-Rio: Inter consegue virada histórica e avança na Copa Sul-Americana
Melgar ou Deportivo Cali: a definição do adversário do Inter na Copa Sul-Americana
Cotação GZH: as notas dos jogadores do Inter na goleada sobre o Colo-Colo

Uma façanha para ficar na história. Agora é esperar para ver quem será o adversário das quartas de final entre Melgar-PER e Deportivo Cali-COL. O que fica da jornada épica é que a equipe de Mano Menezes, especialista em mata-mata, pode buscar o título da competição continental. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros