Guerrinha: "Alerta Vermelho" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Coluna do Guerra18/10/2016 | 08h09Atualizada em 18/10/2016 | 08h10

Guerrinha: "Alerta Vermelho"

Guerrinha: "Alerta Vermelho" Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Claro que a bela vitória sobre o Flamengo foi um grande passo, que aumenta a esperança de um fim de festa sem o risco de rebaixamento, mas a hora é de continuar focado, com a guarda alta, consciente de que a bronca vai longe. Com mais sete jogos pela frente, quatro fora, três em casa, o Inter está proibido de relaxar, de achar que a tempestade foi embora, sob pena de voltar a ficar tão enroscado como estava e necessitar de milagres para salvar o pescoço.

Leia outras colunas do Guerrinha

Candidato
O Coritiba entrou no páreo que assusta neste Brasileirão: o da queda para a Segundona. Dono de 37 pontos, o Coxa ainda respira com alguma tranquilidade, mas precisa voltar a vencer se não quiser fechar o ano na companhia de Santa Cruz, América-MG e, provavelmente, Figueirense.

Desgaste
Diferente do que se imaginava, que o Grêmio havia priorizado a Copa do Brasil, a verdade é que os titulares foram poupados contra o Santos, na Vila Belmiro, pelo desgaste da maioria. Com a folga que tiveram, é certo que o grupo jogará amanhã, contra o Palmeiras, com o fôlego no último furo, cheio de gás, e totais condições de conservar a vantagem obtida na Arena.

Ruindade
Nestas últimas rodadas, cresceu a bronca contra a arbitragem. Como a competição está na reta final, seria muito bom que a Comissão de Arbitragem tivesse mais cuidados nas escalas, priorizando a escolha para os mais capacitados e menos criticados.

Perguntinha
Quantos mandantes vão reverter na Copa do Brasil?


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros