Guerrinha: "Alívio no Beira-Rio" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Coluna do Guerra17/10/2016 | 07h47Atualizada em 17/10/2016 | 07h47

Guerrinha: "Alívio no Beira-Rio"

Guerrinha: "Alívio no Beira-Rio" Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Ficou menos complicado.

Em um jogo cabeludo, proibido de beijar a lona, o Inter conseguiu uma proeza: venceu de virada o Flamengo e, depois de algumas rodadas, dormiu mais aliviado, fora da pior parte da zona da tabela, e com maiores esperanças de escapar da encrenca em que se meteu.

Leia outras colunas do Guerrinha

Uma vitória maiúscula, motivadora, com a ajuda do povo vermelho, que mais uma vez fez a sua parte. A atuação foi de muito boa qualidade no segundo tempo e teve participação importante do técnico Celso Roth, que mudou certo, na hora exata e deixou o seu time em condições de transformar o limão em limonada.

Prioridade

Claro que não é hora de atirar a tolha, mas a derrota em casa para o Boa Esporte deixou o Juventude, já garantido na Segundona de 2017, com poucas chances de botar a mão no caneco da Série C.

Sonho

Foi para o ralo. Longe de casa, desfalcado, o Brasil-Pel perdeu para o Bahia, despencou para a nona posição na tabela e deu luz alta de que não vai estar entre aqueles que mudam de turma no Brasileirão.

Reservas

Fora de casa, contra um adversário direto, com a chance de subir na tabela, Renato surpreendeu e escalou os reservas. Mesmo com a estratégia arriscada, o Grêmio deixou a Vila com um ponto que pode ser precioso. Ficou bem claro que o Tricolor priorizou a Copa do Brasil e a chance de título em 2016.


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros