59 vítimas já foram identificadas, diz Itamaraty - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Acidente aéreo30/11/2016 | 12h44Atualizada em 01/12/2016 | 09h44

59 vítimas já foram identificadas, diz Itamaraty

Expectativa é de que os corpos comecem a chegar ao Brasil na quinta-feira, conforme a assessoria do chanceler José Serra

59 vítimas já foram identificadas, diz Itamaraty Bruno Alencastro/Agencia RBS
Identificação digital teria facilitado o trabalho, de acordo com o representante do órgão brasileiro de relações internacionais Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS
Marcos Castiel e enviado especial à Colômbia
Marcos Castiel e enviado especial à Colômbia

marcos.castiel@diariocatarinense.com.br

O assessor pessoal do chanceler José Serra confirmou na manhã desta quarta-feira que 20 vítimas do acidente envolvendo o avião da Chapecoense já foram identificadas. No início da tarde, o diretor do IML colombiano Carlos Eduardo Valdés garantiu o reconhecimento de 59 corpos, graças ao trabalho de 12 equipes. 

O Itamaraty ainda acenou com a possibilidade de os primeiros corpos serem liberados na quinta-feira, 1º de dezembro.

O reconhecimento das vítimas está sendo possível pela identificação digital, o que estaria facilitando os trabalhos. Dois peritos da Polícia Federal estão colaborando com o serviço.

O chanceler José Serra chega às 16h em Medellín (horário local) para participar da homenagem organizada pelo clube Atlético Nacional, que disputaria a final da Copa Sul-Americana com a Chapecoense, no Estádio Atanasio Girardot.

Leia também:

Arena Condá terá missa no horário em que a Chapecoense jogaria a final da Copa Sul-Americana

Prioridade para outra aeronave pousar e combustível insuficiente podem ter causado queda do avião da Chapecoense, diz especialista

Chapecó vive angústia após acidente com avião da Chapecoense

Chapecoense deve ser declarada campeã da Sul-Americana após pedido do Atlético Nacional

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros