Guerrinha: "Resultado inadiável" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Coluna do Guerra26/11/2016 | 08h11Atualizada em 26/11/2016 | 08h12

Guerrinha: "Resultado inadiável"

Guerrinha: "Resultado inadiável" Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

É vitória ou fim de festa.

Neste domingo, mais uma vez com o Beira-Rio rugindo, o Inter faz seu último jogo do ano em Porto Alegre, quando enfrenta o Cruzeiro, um turista na competição, mas qualificado e que tem bala para endurecer a parada. Nesta nova decisão, com mudanças na escalação, o time do técnico Lisca não tem mais escolha: é vencer ou vencer. Se conseguir o objetivo, o Colorado fica na espera pela segunda-feira, na torcida pelo Coritiba, tudo para ainda tentar o milagre de continuar na elite do futebol brasileiro.

Vale quase nada
Já saboreando o título da Copa do Brasil, o Grêmio encara o rebaixado Santa Cruz, neste domingo. Apesar de não mudar a vida de nenhum dos dois, os reservas do Tricolor terão mais uma chance de mostrar ao técnico que podem fazer parte dos planos para 2017.

Piada do Guerra
Após muito pensar, ouvir opiniões de amigos mais próximos, o japonês decide fazer uma visita ao tatuador.

Sem rodeios, explica o que deseja:

— Amigo, sou fã ardoroso do Rolling Stones! Queria tatuar o nome da banda no pênis! — comunicou.

Acostumado com estes tipos de pedidos, o artista não se fez de rogado.

— Tire a roupa e deite-se no sofá!

Minutos depois, o tatuador começou a examinar o local preferido do japonês, mexeu daqui, mexeu dali, encarou o seu novo cliente e mandou bala:

— Vem cá, Japa, tu não curte o U2????

Leia outras colunas do Guerrinha

*Diário Gaúcho


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros