Guerrinha: "Querer não é poder" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Coluna do Guerra30/12/2016 | 08h04Atualizada em 30/12/2016 | 08h04

Guerrinha: "Querer não é poder"

Guerrinha: "Querer não é poder" Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Até dá para acreditar que o chileno Colo-Colo tenha interesse no habilidoso D'Alessandro.

Mas o que fica difícil de acreditar é que o clube chileno tenha bala na agulha para pagar o salário do gringo e, pela falta que fez em 2016, mais difícil ainda é engolir que o Inter possa emprestá-lo e seguir dividindo a despesa com outro clube.

Investidor
Já deixou de ser novidade o fato de que o Grêmio precisa de um jogador que coloque a bola na rede e tem interesse pelo valorizado Marinho. Vale lembrar, porém, que o Vitória exige R$ 20 milhões.

Para o negócio sair, o presidente Romildo Bolzan vai precisar, e muito, do parceiro Celso Rigo.

Diferente — Vai mudar o estilo. Com as saídas de Leandro Donizete e Júnior Urso, o Atlético-MG será diferente no próximo ano. É fácil adivinhar que o técnico Roger Machado vai utilizar, no Galo, o mesmo jeito de jogar de quando estava no Grêmio, com volantes que sabem começar a jogada e aparecem na frente.

Grana — Falta grana para quase todos. Excluindo o Palmeiras, que segue com o cofre aberto, os outros clubes trabalham em ritmo de feriado e seguem parecidos como estavam em 2016.

Pelo andar da carruagem, a saída será apelar para os conhecidos troca-trocas, sem entrar dinheiro e na esperança de bons negócios.

Leia outras colunas do Guerrinha

*Diário Gaúcho


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros