Zé Victor Castiel: a formação do Inter para encarar um longo 2017 - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Colorada26/12/2016 | 07h55Atualizada em 26/12/2016 | 07h55

Zé Victor Castiel: a formação do Inter para encarar um longo 2017

Colunista do DG trata da reformulação do grupo colorado para o ano

Zé Victor Castiel: a formação do Inter para encarar um longo 2017 Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS
Zé Victor Castiel
Zé Victor Castiel

castiel.ze@gmail.com

Tenho a impressão de que teremos, nesta semana que antecede as comemorações do Ano-Novo, pouquíssimas movimentações relacionadas às contratações por parte do Inter.

Isso porque Marcelo Medeiros e sua equipe ainda não tomaram posse e, mesmo que estiverem com algum negócio engatilhado, dificilmente poderiam anunciá-lo publicamente.

Por mais que estejamos ansiosos, temos de entender que qualquer "barriga" agora seria mais um motivo para críticas. Que o Inter deve reavaliar seu departamento de futebol de forma total e inequívoca, nenhum colorado discorda. O que devemos entender, e até ter um pouco de paciência, é no sentido de que as dispensas e contratações a serem feitas a partir da próxima semana, já com o ano começado, precisam obedecer a critérios muito rigorosos.

Muita calma
Pensem comigo: as mudanças deverão ocorrer em todos os setores do time, e isso requer um nível de acerto muito grande. Os jogadores que deverão permanecer no Inter são mais ou menos sabidos. Mesmo assim, existe uma janela de negociações aberta e não será surpresa se tivermos alguns destes jogadores negociados para outros clubes. Certamente a equipe do presidente eleito Marcelo Medeiros vem estudando a situação faz tempo.

O vice de futebol Roberto Melo, que é um homem atento ao mercado, parece ter bastante paciência e coragem para levar adiante os negócios de que necessita o Colorado neste momento. Ter um time de primeira divisão significa, também, trabalhar com calma e estratégia.

Aguardemos, pois.

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros