Cacalo: "A relação entre custo e benefício" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Tricolor23/02/2017 | 08h00Atualizada em 23/02/2017 | 08h00

Cacalo: "A relação entre custo e benefício"

Cacalo: "A relação entre custo e benefício" Cesar Greco / Agência Palmeiras/Divulgação/Agência Palmeiras/Divulgação
Foto: Cesar Greco / Agência Palmeiras/Divulgação / Agência Palmeiras/Divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Na noite de ontem, o Grêmio confirmou a contratação de Lucas Barrios. Parto do pressuposto que centroavante deve sempre ser contratado. No entanto, há determinados requisitos a serem preenchidos para que um atleta deva vir jogar no Grêmio.

Neste caso, Lucas Barrios é o quarto centroavante na fila daqueles que jogam no Palmeiras. Trata-se de um jogador com 32 anos. E dizem que sua remuneração no time de origem seria de aproximadamente R$ 800 mil, recebendo essa quantia em dólares.

Então, trata-se de um jogador de nível médio, diria até um bom camisa 9, que tem condições de jogar no Grêmio. Mas esse requisito técnico deixa de ser preponderante, pois o Tricolor teria de dispor de uma quantia mensal fora de propósito para contar com um atleta com essas características, em nível de idade e de salário.

Considero-me fanático por centroavantes, mas antes disso, sou muito mais fanático pela instituição Grêmio. Se fosse em condições mais adequadas financeiramente, razoáveis e dentro do mercado, seria o primeiro a apostar na contratação de Barrios. Mas, nas condições anunciadas, não seria bom para o clube.

Bolaños é outro papo
Diferente de Bolaños, que custou caro, mas foi um investimento e não uma despesa. O equatoriano é um jogador de seleção, tem 23 anos e pode ser revendido. Confio no presidente Romildo Bolzan Júnior e, por isso, estarei vestindo a camiseta dele na Arena.

Leia outras colunas da Paixão Tricolor

*Diário Gaúcho


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros