Guerrinha: "O clássico Gre-Nal significa muito" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Coluna do Guerra04/03/2017 | 08h00Atualizada em 04/03/2017 | 08h00

Guerrinha: "O clássico Gre-Nal significa muito"

Guerrinha: "O clássico Gre-Nal significa muito" Bruno Alencastro/Agencia RBS
Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

Chegou o grande dia. Neste sábado, na Arena, ocorre o tão esperado Gre-Nal, o primeiro e único confirmado até agora para o ano que está começando.

Além da sempre presente rivalidade, o clássico significa uma chance para o Grêmio finalmente dar o passo que ainda não deu em 2017 e mostrar que está pronto para a Libertadores.

Para o Inter, o jogo representa a oportunidade de se firmar e provar que está no caminho certo.

VANTAGEM — É inegável que o Grêmio, pelo fato de jogar em sua casa, com maior torcida e menos mudanças, tem a vantagem teórica. Cabe ao Inter mostrar que é capaz de fazer um bom enfrentamento.

Piada do Guerra
Pedrão, sua mulher e a sogra viajaram para Jerusalém. Lá, foram visitar o local onde Cristo foi enterrado. A sogra, passou mal e veio a falecer.

Pedrão foi até a funerária:

— Quanto custa o enterro?

— R$ 1 mil! — respondeu o agente.

E o Pedrão insistiu:

— E para mandar o corpo para o Brasil?

— R$ 20 mil! — avisou o rapaz.

- Vamos mandar o corpo para o Brasil — disse Pedrão.

Intrigado, o funcionário não se conteve:

— Qual o motivo da sua decisão, se aqui é 20 vezes mais barato?

— Tenho receio! Aqui em Jerusalém vocês já tiveram o caso de alguém que morreu e ressuscitou! Não é hora de correr riscos.

Leia outras colunas do Guerrinha

*Diário Gaúcho


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros