Guerrinha: "Grêmio vai precisar tirar sangue das unhas" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Guerra total17/04/2017 | 10h13Atualizada em 17/04/2017 | 10h13

Guerrinha: "Grêmio vai precisar tirar sangue das unhas"

Guerrinha: "Grêmio vai precisar tirar sangue das unhas" Arte/Diário Gaúcho
Foto: Arte / Diário Gaúcho

Tudo pode acontecer.

Dentro da Arena, nos primeiros 90 minutos da decisão que vale vaga na final do Gauchão, o Grêmio largou na frente, pressionou mais, mas sofreu um gol, só empatou com o Novo Hamburgo e agora vai para o tudo ou nada no Vale.

Mesmo com a igualdade, com o gol sofrido dentro de casa, o time do técnico Renato Portaluppi segue como favorito, mas vai precisar tirar sangue das unhas para sair da enrascada.

Vantagem

Poderia ter sido menos sofrido. Após um primeiro tempo de ampla superioridade, o Inter despencou na etapa final com as mudanças equivocadas, com a expulsão de William e correu o risco de entregar o ouro. Com a vitória de 1 a 0, o time do técnico Antônio Carlos Zago vai para a Serra com uma vantagem pequena, mas importante e mais favorito do que já era para chegar na final do Gauchão.

Finalista

Mais do que merecido. Em tempo recorde, os responsáveis montaram uma Chapecoense competitiva, qualificada e que vai para a final do catarinense. Um belo trabalho da direção, dos homens que cuidam do futebol e de uma torcida que sofreu, que chorou, mas não atirou a toalha. 

Perguntinha

Vamos ter reversão nas semifinais?

Leia outras Colunas do Guerra


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros