Pedro Ernesto: D'Alessandro e a prioridade do Inter - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Coluna do Pedro26/05/2017 | 08h03Atualizada em 26/05/2017 | 08h03

Pedro Ernesto: D'Alessandro e a prioridade do Inter

Colunista analisa decisão de preservar o jogador da viagem a Belém

Pedro Ernesto: D'Alessandro e a prioridade do Inter André Ávila/Agencia RBS
Foto: André Ávila / Agencia RBS
Pedro Ernesto Denardin
Pedro Ernesto Denardin

pedro.ernesto@diariogaucho.com.br

Espero que o Inter não se confunda na sua prioridade, que é voltar à Série A. No discurso, isso é percebido. Na pratica, começa a criar dúvidas. D¿Ale não jogará contra o Paysandu. Será preservado para encarar o Palmeiras, jogo de volta pela Copa do Brasil. Nesse caso, a prioridade não está tão clara. O empate contra o ABC fez as dúvidas voltarem. Sigo achando que o Inter se classifica com facilidade. 

José Mourinho — Existem muitas formas de jogar futebol. Os esquemas são os mais variados. Cada treinador se vira com a capacidade e a característica de seus jogadores. José Mourinho é um dos grandes mestres do futebol. Nunca renuncia de uma forte marcação e não se envergonha de se retrancar. É o seu jeito de comandar um time de futebol e, assim, se tornou um dos treinadores mais vitoriosos e mais bem pagos do mundo. Gosto do seu jeito. Estou entre os que acreditam de que tudo começa com forte marcação. Um time médio marcando forte está capacitado a ter vitórias e títulos importante. Claro que o Pep Guardiola também é muito bom. Só que o Mourinho consegue mais com times piores.

Rogério Ceni — Não há dúvida de que ele foi o melhor goleiro da história do futebol brasileiro. E o que mais fez gols entre goleiros no futebol mundial. Como treinador, afunda. Seu time está um fracasso. Seu comportamento também não está bom. Começo a desconfiar de que o São Paulo está louco para se desfazer dele. Só falta coragem.

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros