Pedro Ernesto: "Penso que dirigentes colorados precisam entrar no vestiário e buscar soluções" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Coluna do Pedro14/06/2017 | 07h01Atualizada em 14/06/2017 | 07h01

Pedro Ernesto: "Penso que dirigentes colorados precisam entrar no vestiário e buscar soluções"

O Inter pode muito mais. Deve fazer campanha muito melhor na Série B

Pedro Ernesto: "Penso que dirigentes colorados precisam entrar no vestiário e buscar soluções" Ricardo Duarte/Especial
Foto: Ricardo Duarte / Especial
Pedro Ernesto Denardin
Pedro Ernesto Denardin

pedro.ernesto@diariogaucho.com.br

Se o Brasileirão da Série B terminasse hoje, o Inter não estaria chegando no seu objetivo. Guto Ferreira poderá ser demitido muito brevemente por fazer o mesmo que demitiu Antônio Carlos Zago. Além disso, ainda condenou Edenilson à lateral direita, promovendo Fabinho, que nada resolve.

Marca passo o time do Inter, que ainda tem um jogo fora de casa no sábado, contra o Santa Cruz. Que Deus permita que não perca esta partida porque aí entra água na casa das máquinas. Jogar com três atacantes é suicídio. Penso que dirigentes colorados precisam entrar no vestiário e buscar soluções. O Inter pode muito mais. Deve fazer campanha muito melhor.

SEM PROBLEMAS

Renato Portaluppi não tem problemas. Ele tem soluções. A volta de Maicon ao time gremista é algo positivo e está longe de ser uma dor de cabeça. Quem sai? Essa é uma resposta a ser encontrada pelo treinador.

Maicon é seu capitão e, obviamente, está de volta aos titulares. Talvez Renato mantenha os quatro volantes do meio pelo fato de ter dois jogos consecutivos fora de casa. Se quiser retornar com um atacante a mais, é só sacar um do meio-campo.

Acho que sai Michel, apesar de ter sido um jogador muito bom nos últimos jogos. Arthur parece ter encontrado uma cadeira cativa, e Ramiro é uma grande solução encontrada por Renato. Sua chance de deixar o time é zero. Problema, na verdade, é não ter quem escalar.

ATALANTA

Não creio que o time italiano Atalanta consiga tirar Luan do Grêmio. A diretoria já definiu que não o vende por menos de 28 milhões de euros. Claro que isto é apenas uma declaração. Na prática, quando pintar a grana, vai por menos.

O Grêmio precisa vender um jogador para zerar sua conta anual, caso contrário termina o ano com enorme prejuízo. Se aparecer um grande time europeu, fica mais próxima a venda.

SELEÇÃO

Quatro a zero na Austrália, gol relâmpago de Diego Souza. A Seleção Brasileira se reabilitou da derrota para a Argentina.

O próximo jogo é no dia 31 de agosto, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Desta vez, a Arena do Grêmio é que recebe a Seleção. Tite vai chegar com seu time vitorioso e Neymar para nos brindar com um show. Merecemos receber um espetáculo desta grandeza.

Leia outras colunas do Pedro Ernesto


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros