Zé Victor Castiel: "Ninguém ganha no grito" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Colorada05/06/2017 | 07h01Atualizada em 05/06/2017 | 07h01

Zé Victor Castiel: "Ninguém ganha no grito"

Ou o Colorado se impõe técnica e taticamente ou vai ter grandes dificuldades para retornar à elite do futebol brasileiro

Zé Victor Castiel: "Ninguém ganha no grito" Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS
Zé Victor Castiel
Zé Victor Castiel

castiel.ze@gmail.com

O jogo de sábado do Internacional contra o Juventude, no Beira Rio, só veio a confirmar aquilo que estou dizendo há muito tempo: no Campeonato Brasileiro da segunda divisão ninguém ganha no grito, por decreto ou no peso da camiseta.

Continuo avesso às opiniões de que o Internacional, só por seu tamanho e tradição, vai ultrapassar com facilidade todos os obstáculos que se impõem na série B. Não é verdade.

Ou o Colorado entra em campo indo para cima de seus adversários e se impondo técnica e taticamente, ou vai ter grandes dificuldades para retornar à elite do futebol brasileiro.

Ficou claro, também, no jogo de sábado, que o Internacional precisa contratar urgentemente alguns jogadores. Refiro-me, em termos básicos, a zagueiros, armadores criativos e até a um centroavante.

Ficou muito claro que todos os times que jogarem com o Internacional, o farão de forma defensiva, o que exigirá muita movimentação tática e criatividade para a superação.

Por outro lado, o Internacional, por meio de sua nova comissão técnica, precisa perseguir de forma obstinada a melhoria da preparação física, para que não aconteça o que se viu, também, no jogo de sábado – a saber, o Inter diminuiu totalmente seu ritmo na segunda metade do segundo tempo, algo já visto contra o ABC.

Agora cabe a Guto Ferreira meter a mão e fazer as cirurgias necessárias para que o Internacional dê a volta por cima e passe a disputar de forma realmente competitiva o campeonato da série B.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros