Zé Victor Castiel: "Escalação que anima" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Colorada06/07/2017 | 10h55Atualizada em 06/07/2017 | 10h55

Zé Victor Castiel: "Escalação que anima"

Zé Victor Castiel: "Escalação que anima" Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução

Se Guto Ferreira realmente entrar em campo com a escalação do treinamento de ontem, no Vila Ventura, ficarei mais animado com relação às possibilidades de o Internacional, finalmente, fazer uma boa vitória dentro do Beira- Rio no próximo sábado. Isso porque me parece bastante equilibrado o fato de o técnico voltar atrás e optar por uma formação tradicional, no 4- 4- 2.

Tudo indica que a defesa se ajeita e se fortifica jogando com dois laterais de origem, Cláudio Winck e Uendel. A escalação de Klaus ao lado de Victor Cuesta se justifica na medida em que esse jogador não tem comprometido desde que entrou no time titular. O maior acerto, no entanto, recai sobre o fato de a defesa compor- se somente por jogadores oriundos das posições que ocuparão. Improvisações somente em caso de última necessidade.

Isso vale também para o meio- campo. Vínhamos sofrendo com o fato de Dourado e Charles serem jogadores com as mesmas características, o que tornava a saída de bola extremamente lenta.

Com as entradas de Gutiérrez e Edenilson no meio, teremos, ao menos na teoria, uma possibilidade maior de velocidade e liberdade para a criatividade de D¿Alessandro.

Final feliz

Acerta, também, o treinador ao escalar Nico López e Pottker para as jogadas mais agudas. Oxalá não tenha uma recaída e resolva inventar onde a solução já existe.

Mesmo reconhecendo que o Criciúma possui um time melhor do que o do Boa, muito por mérito de Luiz Carlos Winck, posso presumir que a história a ser contada no próximo sábado pode ter um final feliz para os colorados.

Leia outras colunas de Paixão Colorada


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros