Guerrinha: "Jogo no Beira-Rio parece uma boa pedida" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Guerra Total30/08/2017 | 07h00Atualizada em 30/08/2017 | 07h00

Guerrinha: "Jogo no Beira-Rio parece uma boa pedida"

Guto vai poupar alguns titulares, mas escala um time que está em alta

Guerrinha: "Jogo no Beira-Rio parece uma boa pedida" Ricardo Duarte/Inter,Divulgação
Foto: Ricardo Duarte / Inter,Divulgação

Logo mais, no Beira-Rio, o Inter, após um longo e tenebroso inverno, volta a jogar pela Primeira Liga, uma competição que não leva a lugar algum, mas que oportuniza a chance para os jovens e aqueles que pouco são aproveitados nas competições mais exigentes.

Neste jogo contra o Atlético-MG, valendo semifinal, o técnico Guto Ferreira vai deixar de fora alguns dos seus titulares, mas escala um time que está em alta e não quer deixar a peteca cair.

LABORATÓRIO — Não haverá surpresas.

Pouco ligando para a Primeira Liga, o Grêmio volta a encarar o Cruzeiro, logo mais, no Mineirão.

E, como manda o momento, o técnico Renato Portaluppi poupa seus titulares, escala um time cheio de poucos jogadores que foram aproveitados, apenas para cumprir tabela e observar com quem pode contar mais adiante.

COLÍRIO — Essa é imperdível.

Contra o Equador, na Arena, o torcedor terá a chance de assistir, ao vivo, o craque Neymar, que entrou forte no páreo para brigar, em 2018, pelo título de melhor do planeta.

A simples presença do craque é motivo mais do que suficiente para um estádio cheio, que gosta de dribles, velocidade e gols.

PEPINO — Aumentou o pepino.

Com os três pontos sobre o Coritiba, o Vitória se mandou do Z-4 e apertou ainda mais a gravata do São Paulo, que agora está na penúltima posição e todo atrapalhado.

Só Deus sabe o que vai acontecer, mas o enredo do time paulista é assustador.

Perguntinha

A Arena vai lotar amanhã?

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros