Luciano Périco: "É Sasha e mais 10" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Gigante da Galera22/08/2017 | 07h00Atualizada em 22/08/2017 | 07h00

Luciano Périco: "É Sasha e mais 10"

Ele trabalha como um operário na marcação e no ataque

Luciano Périco: "É Sasha e mais 10" Ricardo Duarte/Inter, Divulgação
Foto: Ricardo Duarte / Inter, Divulgação

Você que me lê agora deve achar que estou maluco! Que o título da coluna deveria ser "D'Alessandro e mais 10". Claro que o argentino tem cadeira cativa no Inter e só vai para o banco se precisar tomar um fôlego. Redundante falar da relevância do cara!

Agora, o que eu quero é ressaltar a importância de Sasha no atual momento do Inter. Garimpado no grupo por Guto Ferreira, a função exercida por ele tem sido fundamental para o melhor desempenho recente da equipe, com as cinco vitórias consecutivas.

É a engrenagem que faz o todo funcionar. Trabalha como um operário na marcação e no ataque! Além de contribuir com o bom andamento do time colorado, Sasha tem feito gols. Vale sempre lembrar, que no ano de 2016, onde foi praticamente tudo pavoroso no Beira-Rio, ele foi o goleador do Inter na temporada, com 15 gols.

VELHA DISCUSSÃO

A cada ponto perdido pelo time reserva do Grêmio, volta a discussão sobre poupar ou não jogadores no Brasileirão. Penso que é voltar ao mesmo assunto surrado! Quem critica a decisão de Renato esquece que a sequência de jogos tem sido muito forte. É loucura manter a corda esticada em três campeonatos ao mesmo tempo! Nas duas competições de mata-mata, o Tricolor está próximo da final na Copa do Brasil e nas quartas na Libertadores. São títulos muito importantes também! É preciso optar!

RAPOSA A MILHÃO

No sentido inverso ao adotado pelo Grêmio, contra o Sport o Cruzeiro poupou apenas Robinho, que ainda está pegando ritmo após parada, e Lucas Silva. Rafael Sobis também esteve fora por suspensão. Já Thiago Neves pediu para jogar. A decisão pelo time principal era buscar uma vitória para aliviar o psicológico, se aproximar do G-6 da Libertadores e voltar a vencer no Mineirão. Com um calendário light, Mano Menezes arriscou mais. Resta ver qual efeito dará na quarta!

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros