Cacalo: "Acredito que um mistão seja o mais adequado" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Tricolor07/09/2017 | 07h00Atualizada em 07/09/2017 | 07h01

Cacalo: "Acredito que um mistão seja o mais adequado"

Grêmio deve priorizar a Libertadores, mas sem abandonar o Brasileiro

Cacalo: "Acredito que um mistão seja o mais adequado" Lucas Uebel / Grêmio/Grêmio
Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Grêmio
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Mantendo a minha opinião e o raciocínio exposto na coluna de ontem, penso que o Grêmio, seguindo a linha de priorização adotada, deve jogar contra o Vasco da Gama com uma equipe que possa representar muito bem o clube. Considerando que sou adepto desta prioridade, sem no entanto abandonar o Brasileirão, acredito que um mistão seja o mais adequado para o jogo do próximo sábado.

Determinados jogadores, que estejam sobrecarregados fisicamente ou que algum teste científico venha a detectar risco de lesão, devem ficar de fora. Ou então aqueles que, sabidamente, não tenham substituto a altura.

O Santos enfrenta o líder Corinthians, na Vila Belmiro, num clássico difícil para ambas as partes. Por que, então, não jogarmos com o que há de melhor, dentro do possível, para transferir ao líder, em caso de vitória gremista, um peso e uma responsabilidade aumentada?

Tempo extra

Ainda o Grêmio joga no sábado, e terá 24 horas a mais de descanso do que o Botafogo, visando o jogo da Libertadores na quarta seguinte, para efeito de repouso. E tanto isso é verdade que o time carioca está reclamando da data do jogo do Grêmio.

Por fim, o Tricolor mudou-se para o Rio de Janeiro, o que retira duas viagens para o local da partida. Assim, não tenho dúvida de que o foco principal é a Libertadores, mas com o canto de olho espiando o Corinthians.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros