Luciano Périco: "Seleção construiu uma vitória tranquila na Arena" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Gigante da Galera01/09/2017 | 07h00Atualizada em 01/09/2017 | 07h01

Luciano Périco: "Seleção construiu uma vitória tranquila na Arena"

Brasil começou burocrático, mas foi mais incisivo no segundo tempo

Luciano Périco: "Seleção construiu uma vitória tranquila na Arena" Fernando Gomes/Agencia RBS
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

A Seleção Brasileira jogou na Arena com a tranquilidade de quem já está com o passaporte carimbado para a Copa da Rússia. A equipe de Tite foi burocrática no primeiro tempo, muito longe da inspiração de outras jornadas.

Na etapa final, o Brasil foi muito mais incisivo. Construiu a vitória por 2 a 0 através de Paulinho, volante goleador, e Coutinho, que entrou muito bem. Mudou o jogo!

Neymar foi vigiado o tempo inteiro e se irritou com a marcação. A galera pediu Luan, e Tite atendeu quase no final. O Equador só fez um baita ferrolho e baixou o sarrafo sem cerimônia. Alisson só foi tocar na bola aos 32 do primeiro tempo.

A nota negativa da noite foi a presença da galera. Podia ter mais gente. A explicação é simples: ingressos caros. A única área que lotou foi a arquibancada norte, com entradas mais baratas. Renda alta, quase R$ 8 milhões, e público baixo!

CAPITÃO FORA DE COMBATE

O ano de 2017 não tem sido bom para Maicon. Tendo atuado em apenas 20 jogos, agora terá de se submeter a uma cirurgia e não volta mais aos gramados nesta temporada. Tudo por culpa de um problema crônico no tendão de Aquiles no pé esquerdo.

Peça importante do time do Grêmio que conquistou a Copa do Brasil do ano passado, o volante tentou aguentar as dores o máximo possível. Não conseguiu.

Perder um líder do grupo não é algo fácil. Problemão para Renato Portaluppi montar o meio-campo gremista, principalmente no jogo contra o Botafogo, no dia 13. Michel está fora por suspensão, depois da expulsão desnecessária contra o Godoy Cruz. A longo prazo, o afastamento de Maicon também significa uma redução da qualidade do grupo gremista para os jogos decisivos da Libertadores e da sequência do Brasileiro.

DESFALQUES AZUIS

Na caça ao líder, o Grêmio terá muitas baixas contra o Sport. O principal problema será no ataque. Pedro Rocha já foi embora, e Lucas Barrios e Luan estão jogando por Paraguai e Brasil. Hora de Fernandinho e Everton. No meio-campo, Maicon está no estaleiro. Arroyo ainda não está 100%. E Pedro Geromel, na defesa, está sendo preparado para o embate da Libertadores. Ramiro deve mudar de função com a entrada de Léo Moura. Quebra-cabeça para Renato!

PARADA VERMELHA

Todo mundo sabe que o principal objetivo do Inter é a volta para a Série A. Perfeito! Mas a eliminação na Primeira Liga, para o Atlético-MG no Beira-Rio, deixou a sensação de que poderia mais, se tivesse um time um pouco mais reforçado. Agora o Inter só terá jogo oficial pela Série B no dia 9, contra o Juventude, em Caxias do Sul. A baita notícia do confronto com o Galo foi a participação de Nico López, que pode ser usado por Guto Ferreira em mais do que uma função no ataque.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros