Cacalo: "Jogo de alto risco" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão Tricolor18/10/2017 | 07h00Atualizada em 18/10/2017 | 07h00

Cacalo: "Jogo de alto risco"

Partida desta noite, contra o Corinthians, no Itaquerão, envolve muitos interesses

Cacalo: "Jogo de alto risco" Márcio Neves/Grêmio, Divulgação/
Foto: Márcio Neves/Grêmio, Divulgação
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

A partida de hoje à noite do Grêmio contra o Corinthians pode ser denominada de alto risco, porque envolve muitos interesses. Afinal, são os dois primeiros colocados do Campeonato Brasileiro que estão em campo, talvez ainda na disputa pelo título, ou quando mais não seja, por uma vaga direta a Libertadores.

Óbvio que, para o Grêmio, o título esta bem distante, pela pontuação na competição, mas a vaga direta na Libertadores do próximo ano está razoavelmente próxima de ser alcançada. Mesmo sem ser favas contadas. Bastariam estes dois motivos para que o jogo de hoje à noite fosse tratado pela CBF com a cautela que merece, e principalmente com o respeito que os dois melhores do campeonato estão merecendo.

Por tudo isso, penso que foi, ao menos, estranha ou curiosa a indicação do árbitro Heber Roberto Lopes para dirigir o jogo. Não está entre os melhores do quadro de arbitragem, tem apitados jogos da Segunda Divisão e há muita resistência do Grêmio em relação à sua escalação, na medida em que é considerado um árbitro caseiro.

Passar por cima

Não creio em desonestidade. Apenas me refiro ao momento técnico do árbitro. E penso também que, mesmo não havendo necessidade de ter sido escalado para um jogo tão importante, não quero crer que vá mudar resultado de partida, especialmente hoje em dia com tantos recursos de mídia.

Cabe aos dois clubes passar por cima de eventuais equívocos de arbitragem, e ao árbitro desejo que apite com serenidade. Vença o que jogar melhor.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros