Guerrinha: "Foi um terror" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Guerra total18/10/2017 | 07h00Atualizada em 18/10/2017 | 07h00

Guerrinha: "Foi um terror"

Inter e Boa fizeram um péssimo jogo pela Série B

Guerrinha: "Foi um terror" Ricardo Duarte/SC Internacional/Divulgação
Foto: Ricardo Duarte / SC Internacional/Divulgação

Pobrezinha da bola.

Após uma viagem de voo charter, da melhor qualidade, o Inter e mpatou com o Boa Esporte, num jogo em que teve Camilo atuando como marcador de lateral e Potker isolado na frente.

Com a péssima formatação tática, o líder teve enormes dificuldades, correu riscos e pelo que não mostrou até pode comemorar o ponto ganho em Varginha.

Este resultado contra um dos piores da competição deixa uma certeza: o Colorado tem pouca coisa para encarar a elite em 2018.

ENCRUZILHADA – Chegou a hora da verdade. Logo mais, no Itaquerão, Corinthians e Grêmio, líder e vice-líder, que estão jogando bem menos do que fizeram no primeiro turno, fazem um jogo que pode decidir o Brasileirão.

Nove pontos atrás do Timão, ainda sonhando de canto de olho com o caneco nacional, o time do técnico Renato Portaluppi, com a volta de Luan, vai para o tudo ou nada. Na prática, o confronto é, sem favor algum, uma grande encruzilhada.

ENROSCO – Só Deus tem a resposta. Faltando dez rodadas para o fim da festa, ninguém sabe quem vai limpar o salão no Brasileirão. Pela diferença de pontuação, não é nenhum exagero dizer que a briga tem 13 candidatos e tudo pode acontecer.

SALVADOR – Perdeu o rumo. Após um início promissor, quando parecia nos trilhos, a Chapecoense se atrapalhou e entra na reta final muito ameaçada de rebaixamento. Para tentar salvar a pele, a Chape bateu martelo com Gilson Kleina, um técnico que conhece bem o perigo e vai precisar baixar a biblioteca.

Perguntinha

Luan começa o jogo contra o Corinthians?

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros