Luciano Périco: "Alerta pelo alto" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Gigante da Galera27/10/2017 | 07h00Atualizada em 27/10/2017 | 07h00

Luciano Périco: "Alerta pelo alto"

Inter precisa voltar a tomar cuidado com a bola aérea

Luciano Périco: "Alerta pelo alto" Ricardo Duarte/Inter,Divulgação
Foto: Ricardo Duarte / Inter,Divulgação

A bola aérea defensiva do Inter voltou a virar assunto após o gol sofrido contra o Criciúma no Heriberto Hülse. É o espaço aéreo facilmente penetrado! Na temporada de 2017, mais de 42% dos gols tomados pelo time de Guto Ferreira foram em cruzamentos alçados na área colorada.

Mesmo que o time esteja mais estabilizado do que na época de Zago, proporcionalmente, os números aumentaram: nove dos 21 gols sofridos sob a nova direção, contra a estatística anterior de 28 gols sofridos e nove de bola aérea. Para termos uma ideia, essa instabilidade é gerada pela inconstância na formação das duplas de zaga que atuaram durante a temporada. Foram 17 pares diferentes. É muita coisa!

Já atuaram, por exemplo, Eduardo e Ernando, Léo Ortiz e Paulão, Neris e Ernando e Danilo Silva e Cuesta. Não há como criar liga com trocas constantes. O melhor momento foi com Klaus e Cuesta. É hora de curar a sangria na reta decisiva da Série B para atingir o objetivo com mais calma!

MISSÃO CUMPRIDA – Planejamento! É a palavra fundamental para entender a atuação antológica do Grêmio no Equador e a vaga encaminhada à final da Libertadores. Os dirigentes, o departamento médico e a comissão técnica pensaram nos mínimos detalhes para preparar a retomada do grande futebol de 2017. Deu certo!

Os jogadores tiveram da área de logística toda a comodidade do voo fretado para encarar a viagem desgastante a Guayaquil e um hotel top. O DM conseguiu recuperar a tempo os jogadores que estavam lesionados, como Luan, que fez toda a diferença em campo!

Além disso, Renato apostou nas suas convicções, estudou muito o Barcelona-EQU e conseguiu fazer o Tricolor retomar o ótimo desempenho que tinha antes da turbulência. Apostou em Jailson e se deu bem, segurando a volta do titular Michel. Enfim, acertou em todas as ações para a buscar o sonhado tri! E o vice de futebol, Odorico Roman, deu um recado final que serve de alerta: "A soberba é a inimiga da classificação!"

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros