Luciano Périco: "É neste sábado" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Gigante da Galera28/10/2017 | 07h00Atualizada em 28/10/2017 | 07h00

Luciano Périco: "É neste sábado"

Com uma vitória simples sobre o Ceará, Inter chegará a 64 pontos, o número mágico do acesso

Luciano Périco: "É neste sábado" Ricardo Duarte/Divulgação/SC Internacional
Foto: Ricardo Duarte / Divulgação/SC Internacional

Desde o dia 13 de maio, o torcedor colorado tem na cabeça um número: 63! Foi a pontuação do Bahia, por coincidência treinado por Guto Ferreira, time que foi o quarto colocado da Série B em 2016.

A goleada na largada sobre o Londrina parecia indicar que o Inter passaria o carro nos rivais. Só que vieram os resultados ruins. A turbulência. A incerteza. A queda de Zago. O medo de não subir. A troca do técnico. Os tropeços. A crise. O sal grosso. A estabilidade. A sequência de vitórias. A confiança. A liderança.

As rodadas foram passando, a projeção foi oscilando um pouco para mais, um pouco para menos. Mas estamos em 28 de outubro e o Inter, com uma vitória simples sobre o Ceará, chegará a 64 pontos. Desde 2006, com 20 times, a pontuação é suficiente. A única exceção foi em 2012.

Na matemática, ainda não significa a vaga definitiva no G-4. Virtualmente, é o número mágico! O maior pesadelo da história do clube está muito perto do fim para a galera. Chegou a hora, colorado!

CABEÇA NO LUGAR

Todos os discursos saídos do vestiário do Grêmio pregam cautela com a vantagem gigante construída em Guayaquil. Pode até parecer fora da realidade os dirigentes, jogadores e a comissão técnica falarem que nada está decidido. Não tem como ser diferente! É óbvio que a torcida gremista tem todo o direito de estar eufórica! O vestiário comandado por Renato está blindado.

2018 NA PAUTA

Os dirigentes do Tricolor trabalham na manutenção do grupo para o ano que vem. Marcelo Grohe, Pedro Geromel e Ramiro já acertaram. Foram adquiridos 80% dos direitos federativos de Michel. Dois titulares ampliaram contratos: Arthur até 2021 e Kannemann até 2020. Léo Moura também está certo para 2018. Com Cortez, falta fechar o salário. Fernandinho terá de baixar a pedida. Já Barrios é caro. E o acerto com Luan é um capítulo à parte!


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros