Zé Victor Castiel: "Um equívoco de avaliação" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão colorada25/10/2017 | 11h51Atualizada em 25/10/2017 | 11h51

Zé Victor Castiel: "Um equívoco de avaliação"

Zé Victor Castiel
Zé Victor Castiel

castiel.ze@gmail.com

 

O Inter começou jogando a Série B ainda pensando na A. Patinou e foi criticado. Na época, se dizia que o Colorado tinha de aprender a jogar essa competição, inédita e indesejada na sua história, que precisava incorporar outro espírito, mais competitivo, buscando os pontos na tabela. Assim foi feito depois da chegada de Guto Ferreira. 

Jogando em estádios pouco charmosos, com deslocamentos complicados e sem os holofotes da Série A, o Inter começou a empilhar vitórias. A tal ponto que está bem próximo do único objetivo importante do ano: voltar para o lugar de onde nunca deveria ter saído. Deve alcançá- lo sem manobras de cartolas ou jogos épicos, onde a diferença entre a vida e a morte cabe em alguns segundos. 

O Inter vai subir com naturalidade, merecidamente, assim como caiu por seus próprios deméritos. Por isso, me causa surpresa a cobrança que, em alguns círculos, recai sobre o time. Cada um tem a sua opinião, o seu jeito de ver futebol. Mas, nesse caso, me parece haver um equívoco de avaliação. Quando jogava a B com a cabeça na A, era criticado. Agora que pensa na B, é cobrado por não apresentar futebol de A. Chegamos a tal ponto que, para muitos, o Inter já está com problemas no ano que vem, apesar de 2018 nem ter começado. 

O nosso campeonato 

Tenho certeza de que a direção está atenta e fará as avaliações corretas no momento oportuno. Enquanto isso, peço a Guto Ferreira e aos jogadores: joguem a Série B. Este é o nosso campeonato. E, nele, estamos muito bem. Gol aos 38, jogando mal? Faz parte. Quando é contra, a gente sofre. Quando é a favor, merecemos celebrar. 

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros