Zé Victor Castiel: "O grupo está dizendo que não está pronto" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

Paixão colorada08/11/2017 | 07h00Atualizada em 08/11/2017 | 07h00

Zé Victor Castiel: "O grupo está dizendo que não está pronto"

Que bom que o recado está sendo dado agora, com tempo para planejar e executar 2018

Zé Victor Castiel: "O grupo está dizendo que não está pronto" Ricardo Duarte / Inter, Divulgação/Inter, Divulgação
Foto: Ricardo Duarte / Inter, Divulgação / Inter, Divulgação
Zé Victor Castiel
Zé Victor Castiel

contato@zevictorcastiel.com

Temos que ter calma. Esses três tropeços do Inter não são motivo para desespero. Ao contrário. Podem ser o sinal que o grupo quer mais no ano que vem. Está provado que a maioria dos acidentes em escaladas de montanha acontece na volta, quando o topo já foi alcançado é a preciso retornar. As pernas estão cansadas e a atenção não é a mesma, porque o objetivo _ chegar ao ponto mais alto _ já está garantido. É o que está acontecendo com o Inter. A diferença é que esses acidentes colorados depois do cume não têm consequências mais graves. Podem até ser positivos, se forem lidos da forma correta.

Como se explica que, logo depois de garantir virtualmente a volta para a Série A, o time perca uma e empate outra em casa, diante de dezenas de milhares de torcedores? É uma hipótese, mas merece ser considerada: o grupo está dizendo, talvez até inconscientemente, que não está pronto para o ano que vem. Outro treinador? Eu levaria em conta essa possibilidade, a de que boa parte dos jogadores não se sente segura com Guto Ferreira para a Série A. Reforços no elenco? Com certeza. Essa é a hora perfeita para todos esses diagnósticos. 

Ganhar dois pontos em nove não é normal. Quer dizer alguma coisa, e essa coisa tem que ser ouvida. O Inter quer mais em 2018. Que bom que o recado está sendo dado agora, com o time praticamente classificado e com tempo para planejar e executar.

Em vez de festa, preocupação

Mesmo se a decisão da direção colorada for ficar com Guto Ferreira, é fundamental trabalhar o grupo. O Inter sabe que estará na Séria A em 2018. Já está com a cabeça lá. Essa é uma grande notícia, mesmo que ela seja dada em forma de resultados dentro de campo, aparentemente, inexplicáveis. Em vez de festa, preocupação. É um bom começo. Mas que precisa de um final feliz.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros