Cacalo: "Sem tempo para chorar" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão Tricolor19/12/2017 | 07h01Atualizada em 19/12/2017 | 07h01

Cacalo: "Sem tempo para chorar"

Grêmio já começa a pensar na Libertadores 2018

Cacalo: "Sem tempo para chorar" Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

Nesta semana, começa a Libertadores de 2018. Teremos, amanhã, o sorteio da competição do ano que vem. E como aconteceu em 2017, o Tricolor está classificado para disputá-la novamente. Numa equipe da grandeza do Grêmio, que está em outro patamar no futebol brasileiro, em outro nível em relação aos seus adversários na América do Sul, não há tempo para lamúrias.

Cristiano Ronaldo e companhia, somente iremos encontrar na final do Mundial de 2018, se for o caso – se Real ou Grêmio alcançarem essa classificação. Mas são dois clubes grandes, capazes de estar lá novamente, e são poucos os candidatos.

A temporada que se aproxima para o Grêmio será, com certeza, mais difícil do a que esta que está terminando. Além das mesmas e grandiosas competições, muito complicadas de serem enfrentadas – pelos adversários na disputa e pelo absurdo calendário do futebol brasileiro –, ainda teremos que participar da Recopa.

Equipes menores terão muito mais tempo de preparação, em todos os sentidos. Se o Grêmio conceder, como sempre acontece, 30 dias de férias aos seus profissionais, quando eles retornarem estará começando o Campeonato Gaúcho. Disputá-lo em igualdade de condições com seus adversários, de que forma? E uma semana depois, no dia 7 de fevereiro, começa a Recopa contra o Independiente.

Planejamento criterioso

Um planejamento rigorosamente criterioso, acrescido de avaliações certas acerca de atletas, será necessário. Não poderemos errar em 2018. Aliás, muito pouco erramos em 2017.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros