Guerrinha: "Inter precisa de reforços para compor o grupo" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra Total28/12/2017 | 07h00Atualizada em 28/12/2017 | 07h00

Guerrinha: "Inter precisa de reforços para compor o grupo"

Direção tem de dar a resposta na hora do aperto

Guerrinha: "Inter precisa de reforços para compor o grupo" Carlos Macedo/Agencia RBS
Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

Não é só o time.

Além de acabar com as carências que todos conhecem, o Inter também precisa pensar e buscar reforços para compor o grupo, daqueles que possam dar resposta na hora do aperto. Quem pensa grande, mesmo diante das dificuldades financeiras, não pode ter apenas 11 titulares para encarar competições exigentes. Precisa, também, dar uma resposta ao seu povo que tanto sofreu, mas muito ajudou em 2017.

Assédio – Já era esperado. Como sempre acontece com quem se destaca, vários jogadores do Grêmio estão na mira dos compradores. Além de Arthur, que está próximo de limpar o armário, os interessados já foram atrás de Edilson, Fernandinho e Jailson, na mira do alemão Hoffenheim. Quem deve estar dando gargalhadas com tudo isso é o tesoureiro da Arena.

Objetivo – Mudou a conversa. Depois de assumir o emprego mais cobiçado de 2017, que era o de dirigir o Inter na Série B, o técnico Guto Ferreira vai agora encarar uma pedreira pela frente: fazer o Bahia brigar com os grandes na Série A. Será uma boa oportunidade para se saber se o Gordiola é ou não é do ofício.

Sofrimento – A dor ensina a gemer. Preocupado em evitar o sofrimento de 2017, o São Paulo corre atrás de reforços e já fechou com Diego Souza, que vai acrescentar qualidade. O susto do ano, pelo jeito, surtiu efeito no Morumbi.

Perguntinha

Será que Guto fechou as portas do Beira-Rio?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros