Gustavo Manhago: "Criatividade para se reforçar"  - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante da galera19/12/2017 | 07h00Atualizada em 19/12/2017 | 07h00

Gustavo Manhago: "Criatividade para se reforçar" 

Inter terá que driblar as dificuldades financeiras para fazer contratações  

Gustavo Manhago: "Criatividade para se reforçar"  Fernando Gomes/Agencia RBS
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Há duas semanas do começo da temporada 2018 no Beira-Rio, é visível o esforço da atual direção colorada em qualificar o grupo de jogadores para o próximo ano sem ter muitos recursos financeiros à disposição. As três contratações anunciadas (Roger, Ruan e Gabriel Dias) não empolgaram e, por isso, o surgimento de possíveis troca-trocas com outros clubes do Brasil aparecem em destaque na mídia. 

Sasha por Wellington Silva, do Fluminense, seria ótimo para o Inter. Mas Roger Guedes por Nico López, nem tanto. Enfim, o momento colorado é este mesmo, de tentar driblar o mau momento financeiro com a criatividade de buscar determinados jogadores por valores mais baixos ou envolvendo trocas por quem não tem mais condições de atuar por aqui.

CARAS NOVAS _ Fundamental o Grêmio investir em dois atacantes titulares para 2018. Gastar o que puder num centroavante e num atacante de lado. Barrios já foi e Fernandinho não é unanimidade em renovação. Cabe ao vice de futebol Odorico Roman vasculhar o mercado nestas contratações essenciais para o Tricolor seguir brigando na ponta de cima dos campeonatos na próxima temporada. Sobre Renato, o que pedir para renovar deve ser atendido. Seu desempenho nos últimos 16 meses mudou o Grêmio de patamar. 

GEROMEL E GROHE _ Os dois estiveram entre os melhores do Mundial. As atuações nos Emirados Árabes poderão levá-los para a Copa da Rússia em 2018? Creio que não. Marcelo Grohe fez um excepcional final de ano, desde as semifinais da Libertadores. Mas Tite tem Alisson e Éderson como garantidos e Cássio como homem de confiança por ter jogado com ele no Corinthians. E Geromel não vem bem só agora. Vem ao longo de toda sua passagem pelo Grêmio. E só uma vez foi chamado por Tite. Não vai ser agora que o treinador da Seleção mudará de ideia. Deveria, pois além da presença de Diego Souza, a ausência de Geromel nas convocações são coisas inexplicáveis na vitoriosa carreira do técnico gaúcho.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros