Cacalo: "A saída de Edilson" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Paixão tricolor02/01/2018 | 07h00Atualizada em 02/01/2018 | 07h00

Cacalo: "A saída de Edilson"

Lateral sempre merecerá nossa admiração

Cacalo: "A saída de Edilson" Rodrigo BUENDIA/AFP
Foto: Rodrigo BUENDIA / AFP
Cacalo Silveira Martins
Cacalo Silveira Martins

cacalo@diariogaucho.com.br

A atitude do Cruzeiro de Minas em relação ao lateral gremista foi um tanto quanto antiética. Mas dizem que em futebol, atualmente, isso não importa, porque muitos agem exatamente assim. De qualquer sorte, ao vazar a informação da tentativa do time mineiro de fazer contato direto com o profissional tricolor, o clube se expôs publicamente e ficou na obrigação de consumar o negócio, desta feita, tratando com o Grêmio. 

Penso que achavam que iam levar Edilson no mole e se deram mal. Vão ter que pagar uma importância e ainda ceder um jogador. Por outro lado, acredito que este proposto acréscimo salarial vantajoso ao atleta é amplamente merecido. Edilson, por tudo o que representou para o Grêmio, pela sua enorme colaboração nos grandes títulos conquistados, faz jus a essa transferência, em face do reajuste que receberá. Honrou a camisa tricolor e foi um excelente profissional em todos os sentidos. Conquistou a torcida não somente pelo bom futebol, mas pela raça e garra demonstradas dentro do campo. 

Trata-se de um profissional que passa dos 30 anos em plena forma e sua transferência será um prêmio a seu comprometimento com a camisa que veste. Nós, da torcida tricolor, teremos Edilson sempre em alta conta. 

Fará falta

Confesso, ao final, pela experiência que tenho e tive dentro de vestiário, que Edilson fará falta pela sua personalidade, liderança e forte capacidade de enfrentar desafios. Isso sem contar seus gols decisivos e sua força para defender os interesses gremistas.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros