Guerrinha: "Grêmio precisa de cautela contra o Independiente" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra total14/02/2018 | 07h00Atualizada em 14/02/2018 | 07h00

Guerrinha: "Grêmio precisa de cautela contra o Independiente"

Tricolor tem de, antes de tudo, chegar muito vivo na Arena

Guerrinha: "Grêmio precisa de cautela contra o Independiente" Lucas Uebel / Grêmio, Divulgação/Grêmio, Divulgação
Everton será titular em Avellaneda Foto: Lucas Uebel / Grêmio, Divulgação / Grêmio, Divulgação

Promete ser um jogão.

Logo mais, na Argentina, Grêmio e Independiente iniciam a briga pelo caneco da Recopa Sul-Americana.

Nestes primeiros 90 minutos, sem Arthur, outra escalação, o time do técnico Renato Portaluppi precisa utilizar um ingrediente indispensável para conseguir largar bem: cautela. Com valorização da bola, sem pressa, o Tricolor tem boa chance de chegar muito vivo na Arena.

FARTURA – Aumentou o cardápio. Verdade que não é hora de fazer trocas, que o melhor é manter o que deu certo, mas se precisar mexer no time, Odair Hellmann tem boas opções no banco a partir de amanhã, quando o Inter recebe o Juventude, no Beira-Rio.

Se o sapato apertar, o comandante do vestiário poderá escolher Wellington Silva, Nico López e Uendel, que na visão de muitos serão titulares logo ali na frente.

CHATICE – É muito ranço. Está com toda a razão o craque Neymar quando diz que o futebol virou uma chatice, que o melhor é evitar as entrevistas e até não comemorar gols.

Anos atrás, quando não havia patrulha, a gozação era livre e servia para atrair torcedores aos estádios.

APOSTA – Mais uma aposta. Quando se esperava o nome de um cascudo, o Botafogo anunciou Alberto Valentim, que trabalhou no Palmeiras e é tão aposta como foi o demitido Felipe Conceição. Pelo jeito, o Fogão quer viver perigosamente em 2018.

Perguntinha

Real Madrid ou Paris Saint-Germain?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros