Guerrinha: "Tudo na normalidade" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra Total05/02/2018 | 07h00Atualizada em 05/02/2018 | 07h00

Guerrinha: "Tudo na normalidade"

Derrota do Inter para o Brasil-Pel foi normal após as escolhas de Odair Hellmann

Guerrinha: "Tudo na normalidade" Mateus Bruxel/Agencia RBS
Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Nada fora do lugar.

Sem D’Alessandro, com o time reserva, o Inter foi ao Bento Freitas, ficou com um a menos no primeiro tempo, perdeu para o Brasil-Pel e certamente percebeu que acabou a hora de testes.

Claro que o mundo não acabou com a derrota para o Xavante, e que a classificação no Gauchão está assegurada, mas o mais importante é escolher os titulares, botar para jogar e definir, com pressa, quem pode e quem não pode ser alternativa para o ano que promete ser pedreira.

PREJUIZO – Ainda não foi desta vez. Com seus titulares, dentro da Arena, o Grêmio foi melhor do que o Cruzeiro, criou chances, mas foi incompetente. Perdeu por 1 a 0 e corre o risco de fechar a rodada na lanterna.

Mesmo assim, o Tricolor segue com todas as chances de passar de fase, mas terá de decidir a vida fora da Arena.

ELEVADOR – Merece bom público. Esse jogo no Vale, hoje à noite, entre Novo Hamburgo e São Paulo, tem tudo para agradar aos mais exigentes. Quem ganhar sobe bem na tabela.  E quem perder fica muito enrolado.

FRACASSO – Já era esperado. Sem grana, perdendo jogadores quase todos os dias, o Fluminense ficou de fora das finais da Taca Guanabara e deixou a quase certeza de que terá um ano muito complicado pela frente. Se o quadro não mudar, o Fluzão corre o serio risco de amargar outro rebaixamento no Brasileirão.

Perguntinha

Quem vai parar o Caxias?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros