Luciano Périco: "As lições que o Gauchão deixa para o Grêmio" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante da galera19/02/2018 | 06h59Atualizada em 19/02/2018 | 06h59

Luciano Périco: "As lições que o Gauchão deixa para o Grêmio"

Grêmio não contará com o volante contra o VEC, mas espera tê-lo diante do Independiente

Luciano Périco: "As lições que o Gauchão deixa para o Grêmio" Tadeu Vilani/Agencia RBS
Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

O Grêmio perdeu no Antônio Davi Farina. Muito mais pelas seus erros do que por méritos do Veranópolis. O gol sofrido por Paulo Victor era defensável. Falha! Antes, os zagueiros gremistas deram mole para Bertotto cabecear livre. No gol de Mattioni, ele recebeu a bola numa saída errada de Bressan. Arriscou e guardou. Faltou futebol aos reservas do Tricolor. O poder de reação ficou longe da necessidade. destaque para Thonny Anderson. Fez o gol e foi participativo! Renato Portaluppi reclamou na entrevista pós-jogo do calendário. Tem razão! O Grêmio foi punido por ter avançado no calendário de 2017 com o Mundial. Mas pode mais! Uma questão que fica: os reservas serão suficientes para a maratona de jogos de 2018? No ano passado, não foram! Que os fatos escancarados no Gauchão alertem todos na Arena!

Cálculos 

Com mais quatro jogos, Novo Hamburgo (C), Juventude (F), São Paulo (C) e Inter (F), o Grêmio tem de buscar três vitórias para chegar aos 13 pontos e levar a vaga. Nem cogito da questão de fugir do Z-2, por achar um absurdo! Na próxima rodada, a três dias da estreia na Libertadores, contra o Noia, usará reservas. Está correto. Não dá pra arriscar perder jogadores neste momento!


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros