Guerrinha: "Grêmio é favorito, mas terá que fazer força" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Guerra Total29/03/2018 | 07h00Atualizada em 29/03/2018 | 07h00

Guerrinha: "Grêmio é favorito, mas terá que fazer força"

Vaga na decisão do Gauchão foi confirmada em um empate sem sal com o Avenida

Guerrinha: "Grêmio é favorito, mas terá que fazer força" Carlos Macedo/Agencia RBS
Luan foi um dos titulares usados nesta quarta Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

Já era esperado.

Com larga vantagem e enorme diferença de qualidade, o Grêmio utilizou a semifinal contra o Avenida para tirar o pó de alguns reservas e confirmar a vaga que já estava garantida desde a goleada em Santa Cruz.

Agora, após o empate sem sal, tudo começa no domingo, na Arena, contra o Brasil-Pel, quando o time de Renato tem o favoritismo, mas sabe que precisa fazer mais força do que fez contra o Periquito.

Brincadeira

Vai dar em nada.

Essa notícia de que Kannemann e o técnico Renato Portaluppi serão julgados pelo STJ pelo terceiro cartão amarelo do argentino em Santa Cruz é um aviso para os profissionais: eles não devem falar as verdades nos microfones. E parece mais brincadeira do que coisa séria.

É claro que a punição foi combinada, até para limpar a ficha pensando na decisão do Gauchão, e o pior seria dizer ao público que tudo aconteceu por acaso.

EMERGÊNCIA _ Pode acontecer.

Verdade que ainda existe tempo para que Leandro Damião e Roger consigam ficar no ponto, mas caso isso não aconteça, e não queira precipitar a entrada do menino Brenner, o técnico Odair Hellmann tem uma boa saída para o comando do ataque: Pottker.

Se alguém já esqueceu, não custa lembrar que o jogador trabalhou muito bem neste lugar na Ponte Preta e tem capacidade de sobra para dar conta do recado, mesmo que esteja rendendo bem pelo lado do campo.

SOFRIMENTO _ Passou com dor.

Muito longe da bola que se esperava, o Palmeiras perdeu para o Santos no tempo normal e só chegou à final do Paulistão por ter sido mais eficiente nos pênaltis. Apesar de estar na decisão, as cobranças sobre o técnico Roger Machado começam a aparecer.

PANCADA _ Sujou a ficha.

Atrás de um time ideal, a Argentina levou uma pancada de 6 a 1 da Espanha, que deixa a torcida e a imprensa portenha com os cabelos arrepiados. Pelas dificuldades nas Eliminatórias, pelo que tem feito, parece que os gringos vão apenas participar da Copa.

Perguntinha

Quem é o favorito da Copa do Mundo?


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros