Hernane é o favorito para a vaga aberta no ataque do Grêmio contra o São Paulo-RG - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Camisa 906/03/2018 | 07h21

Hernane é o favorito para a vaga aberta no ataque do Grêmio contra o São Paulo-RG

Técnico Renato também tem Thonny Anderson, Alisson e Lima como opções

Hernane é o favorito para a vaga aberta no ataque do Grêmio contra o São Paulo-RG LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA/Gremio.net
Hernane pode fazer primeiro jogo como titular do Grêmio contra o São Paulo-RG Foto: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA / Gremio.net

Com Luan ainda em recuperação de lesão muscular e Jael suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Renato se vê obrigado a fazer mudanças no ataque do Grêmio contra o São Paulo-RG, nesta quarta-feira, na Arena. No jogo em que pode encaminhar a classificação para as quartas de final do Gauchão, o técnico tende a usar Hernane, mas tem outras três opções: Thonny Anderson, Alisson e Lima.

Leia mais
"Era a atuação que eu vinha buscando", diz Madson sobre primeiro gol pelo Grêmio
Dúvida para o Gre-Nal, Luan abre a semana com trabalho físico no Grêmio
O valor que impede o acerto entre Grêmio e Sport por André

A mais conservadora delas seria com a utilização de um centroavante na frente. Afinal, foi assim, com Jael na área, que o time obteve uma vitória importante contra o Juventude no último final de semana. Contra o adversário de Rio Grande, que está pressionado para evitar o rebaixamento para a Divisão de Acesso, bastaria a simples entrada de Hernane para manter o desenho tático da equipe. Na opinião de Muricy Ramalho, ex-técnico e atual comentarista do SporTV, a opção por usar um centroavante na frente é a mais provável.

— Ele voltou a usar esta figura no último jogo fora de casa com o Jael, que foi bem. O Hernane chegou faz pouco tempo, talvez não esteja nas melhores condições físicas. Mas como o Renato voltou a jogar com um camisa 9 na frente e deu certo, pode ser que repita a mesma estrutura — entende Muricy.

Ex-centroavante do Grêmio que fez o gol do título no bi da Copa do Brasil em 1994, Nildo também vê em Hernane a melhor opção para Renato no momento. Não só pela presença de um jogador na área que preocupe os zagueiros, mas também para manter o meio-campo com Cícero e Ramiro, o que permite maior controle de bola para a equipe.

— O ideal seria colocar o Hernane para que o Cícero fique mais recuado, próximo a Ramiro e Maicon. O Hernane é útil na área brigando com os zagueiros e fazendo o pivô. Ele também precisa de ritmo de jogo para brigar por vaga na frente — observa Nildo.

A entrada do meia Thonny Anderson, que teve ótima atuação contra o Novo Hamburgo, seria uma opção para surpreender o São Paulo-RG. Ao menos esta é a opinião de Sérgio Xavier, comentarista do SporTV, que defende a utilização do garoto de 20 anos na vaga de Jael.

— O Thonny Anderson é muito promissor, está em crescimento e deu uma resposta muito boa no pouco tempo em que jogou. Para o Renato descobrir algo novo e melhor, me parece que o Thonny é a melhor opção. Se quiser ser mais conservador, aí ele vai de Hernane, que é mais ou menos parecido com o Jael — opina Xavier.


O que cada opção muda no ataque do Grêmio

Hernane

Se optar por manter a estrutura de time com um centroavante de ofício, Renato utilizaria Hernane na vaga de Jael. Assim, o treinador manteria a linha de meias com Ramiro, Cícero e Everton. O esquema 4-2-3-1 utilizado habitualmente pelo técnico também teria Jailson e Maicon como volantes no meio-campo.

Alisson

Caso utilize Alisson desde o início contra o São Paulo-RG, Renato tende a mudar o esquema para o 4-1-4-1. Como já fez contra o Independiente, na Argentina, no jogo de ida da final da Recopa, o técnico poderia atuar com Jailson mais recuado, à frente da área, e formar o meio-campo com Ramiro, Alisson, Maicon e Everton. Na frente, Cícero seria o centroavante.

Lima

Utilizado como titular por Renato no jogo de ida com o Independiente na final da Recopa, Lima abriria duas perspectivas a Renato. A mais provável seria como um dos meias em uma linha de quatro jogadores no meio-campo, mantendo Cícero como homem mais avançado no ataque. Mas Lima também pode ocupar a função de centroavante.

Thonny Anderson

Após a grande atuação contra o Novo Hamburgo, em que distribuiu belos passes e lançamentos, além de marcar um gol, o garoto de 20 anos virou xodó da torcida. Se escolhido por Renato, entraria como meia centralizado, no esquema 4-2-3-1. Na prática, seria substituto do lesionado Luan, já que Cícero seria mantido como centroavante.

Ainda não tem o app Gremista GaúchaZH? Acesse todas as informações sobre o Grêmio na palma da sua mão!  


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros