Luciano Périco: "A vantagem do Grêmio é gigante" - Esporte - Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Gigante da Galera19/03/2018 | 07h00Atualizada em 19/03/2018 | 07h00

Luciano Périco: "A vantagem do Grêmio é gigante"

Para reverter a situação, Inter precisará vencer por quatro gols. Uma verdadeira epopeia 

Luciano Périco: "A vantagem do Grêmio é gigante" Lucas Uebel / Grêmio, Divulgação/Grêmio, Divulgação
Foto: Lucas Uebel / Grêmio, Divulgação / Grêmio, Divulgação

As primeiras chances de gol do clássico foram do Inter. Marcelo Grohe brilhou na cabeçada de Rodrigo Dourado e depois no lance em que Patrick concluiu. O goleiro gremista vive uma grande fase! O Grêmio foi amarrado e, no único momento que a marcação colorada deu espaço, a jogada de toque com Léo Moura, Maicon, Luan e Ramiro teve gol de Everton. 

Com certeza, o gol mudou a história da partida. O segundo tempo foi de total supremacia da equipe de Renato Portaluppi. Desde os primeiros minutos, o Grêmio foi dono do jogo. É um time pronto! Jael vem treinando cobranças de falta. E mostrou que o trabalho está dando resultado. Tirou completamente do alcance de Marcelo Lomba, fazendo 2 a 0. Arthur entrou e fechou a conta do marcador, após assistência de Jael. O 3 a 0 construído pelo Tricolor na Arena é uma vantagem gigante para os outros 90 minutos, quarta-feira, no Beira-Rio. 

FORMADO X EM FORMAÇÃO _ O Gre-Nal deixou clara uma situação. De um lado, a equipe do Grêmio, com quase dois anos de trabalho de Renato Portaluppi e títulos importantes conquistados recentemente. Não sente a pressão! Do outro, o Inter que passa por um processo de reconstrução nas mãos de Odair Hellmann, depois dos problemas de 2016. Ainda há um longo caminho pela frente. Até mesmo no quesito tranquilidade. O torcedor colorado terá que ter muita paciência e acreditar no trabalho que está sendo feito. 

MATEMÁTICA _ Para conseguir virar a vantagem gremista, o Inter precisará vencer por quatro gols de diferença. Uma verdadeira epopeia. Um jogo de exceção! Odair Hellmann terá que colocar seu time pra frente, com risco de ser contra-atacado o tempo inteiro pelo Grêmio. Claro que em futebol tudo é possível. Mas o próprio capitão D'Alessandro, ciente da dificuldade, falou, na entrevista pós-jogo, que será importante pelo menos vencer na quarta-feira, mesmo que não venha a classificação.  

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros